Vizsla

Cachorro Vizsla

Origem e história

O Vizsla é um cachorro muito antigo e cuja história não é fácil de cravar sobre o que realmente aconteceu ao longo do tempo. O mais provável entre os historiadores é que ele tenha sido originado do cachorro Sabueso da Panonia.

A partir da primeira linhagem após os seus ancestrais, esse novo cão teria passado por outro cruzamento que desta vez seria entre o Sloughi (um cão forte e de origem do norte da África) e de outro cão com características caçadoras e que tinha pelo na cor amarela que era usado por povos otomanos no século XVI – fato esse que influenciou na coloração final da sua pelagem.

Se ainda há alguma dúvida sobre os cães que realmente se uniram para dar origem ao cachorro Vizsla, o mesmo não se pode dizer sobre o local do seu nascimento: a Hungria. E os seus primeiros criadores têm uma história ainda mais antiga do que desses cães.

Vizsla 5

Mais de mil anos no passado, um grupo nômade chamado de magiares chegou a uma área que hoje pertence à Hungria. Esse grupo era formado basicamente por valeiros e caçadores que tinham um cachorro que viria a originar o futuro Vizsla muitos anos depois.

O seu reconhecimento oficial, porém, só veio no século XIX – período este também marcado por mais um incremento na raça através de cruzamentos com outra raça: o Pointer Inglês. Esse novo cruzamento gerou um novo Vizsla ainda mais veloz. Essa raça também é conhecida como Braco Húngaro e correu risco de extinção após a Primeira Guerra Mundial, fato esse que só foi impedido por ações de preservação.

Chegou a território americano na década de 1960 nos Estados Unidos (o país norte-americano é quase sempre a porta de entradas das raças na América) e veio até o Brasil, local onde possui poucos exemplares nas ruas e casas brasileiras, porém marca sua presença.

Temperamento

Apesar do histórico de cão de caça e alta velocidade, o Vizsla Braco não é das raças mais agitadas e problemáticas como talvez fosse possível imaginar. É um cão muito calmo e com muita facilidade tanto em aprender com os seus treinamentos, como também obedecer aos seus donos, sendo muito tranquilo para se ter em casa.

Ele também é muito apegado aos donos e gosta de participar da rotina deles. Deixá-lo sozinho no quintal esquecido poderá torná-lo mais agitado do que o real já que é uma raça que gosta muito de companhia e não gosta de ficar sozinho por muito tempo.

Apesar disso e também pelas características originais da raça, o Vizsla precisa de constante atividade física. Ele gosta muito de brincar e passear, sendo recomendável ter para ele uma área em que possa realizar essas atividades e exercícios. Mesmo que tenha um quintal, é bom leva-lo para ambientes mais abertos sempre que possível.

Vizsla

Para quem gosta de competições com cães, o Vizsla também é um grande parceiro. Como é muito forte e obediente, é fácil de treinar e de poder exigir algumas ações e atitudes que são típicas desse tipo de competição.

Vizsla características

A introdução do Pointer Inglês no seu histórico fez da raça um cachorro muito rápido, ágil e veloz, o que faz dele um cão extremamente atlético. Essa agilidade e velocidade que possui faz dele um cão também excelente para a caça, especialmente na perseguição e na busca das presas.

O tamanho é entre médio e grande, porém mais voltado para a segunda opção. Geralmente o macho mede entre 58 e 64 centímetros com variação de quatro centímetros para menos no caso da fêmeas (ou seja, variando entre 54-60 cm). A sua postura lembra muito a do Sloughi (possivelmente um dos cães que o originou), sempre atento e com expressão corporal bonita e firme.

Vizsla 3

A pelagem é bem curta, lisa e também macia. O Braco Húngaro de pelo curto pode apresentar duas variações na sua coloração: ferrugem e dourado. Manchas podem ser verificadas no peito e nas patas, mas são normais e não devem assustar. Os olhos costumam ter a cor semelhante à coloração da sua pelagem e devem transmitir confiança para os seus donos.

A cauda é longa e pode ser cortada em até 60% do seu tamanho original, porém é preciso estar ciente sobre as regras do país onde habitam já que alguns dos países do mundo já proíbem essa prática de corte. A pelagem nessa região é mais longa do que no restante do corpo.

Cuidados

O primeiro cuidado ao se adquirir um Vizsla filhote é saber onde deixá-lo: dentro de casa. Apesar de ser um cachorro grande, para ele é muito importante o convívio com a família e não permitir isso a ele pode fazer muito mal para a sua saúde e também para a sua personalidade já que ele gosta muito de participar da vida dos seus donos.

Geralmente é boa companhia para crianças até por conta da sua característica brincalhona, ficando muito felizes entre elas.  Todavia, devem ser tratados com cuidado e respeito para que não se tornem agressivos. Com outros animais também não apresentam grandes problemas de comportamento ou aceitação – exceção feita à situação onde são provocados.

O lado caçador faz dessa raça um cão muito atento e com postura sempre em alerta, porém não são recomendáveis como cães de guarda. Para quem busca essa opção em um Vizsla, comprar essa raça para esse fim não é o mais recomendado.

Vizsla 4

Como a pelagem é curta, não inspira a necessidade de grandes cuidados fora do normal. A escovação pode ser esporádica, assim como os banhos. Ele não sofre tanto com nós como outros cães, o que ajuda nesse sentido. Naturalmente que um cachorro com pelagem curta também não exige a tosa.

Saúde

Se você tem um histórico negativo de saúde dos seus cães e busca uma opção mais saudável, o Vizsla é uma ótima ideia. Essa raça é extremamente saudável e raramente apresenta qualquer problema de saúde. A sua expectativa de vida é de até 15 anos e ele atinge com certa frequência desde que respeitados os demais detalhes de saúde – especialmente na companhia e nos exercícios físicos.

O que eventualmente pode aparecer e incomodar o cão é a atrofia ou displasia da retina, piorando sua visão. Mesmo esse problema não deve surgir cedo e afeta mais a raça já quando idosa.

Como cuidar

Conforme citado anteriormente, você deve manter o seu Vizsla dentro de casa. Eles sentem muita falta de companhia e se ficarem isolados no quintal podem sofrer muito. São amáveis e dóceis, porém exigem a oportunidade de viver próximo aos donos. Cuidado apenas com os sapatos: eles adoram brincar com esse produto.

Ao mesmo tempo, eles precisam ser constantemente estimulados à rotina de exercícios para gastar energia e manter a saúde em dia. Para dias em que o passeio ou provas de resistência não possam ser executados, brincar com ele no quintal já fará ele muito feliz, além de garantir a liberação da energia.

Vizsla 2

O treinamento deve acontecer desde a fase filhote, assim como a socialização. É importante que seja estimulado desde cedo nessas duas etapas sempre passando firmeza e carinho para que ele fixe bem o que pode ou não pode fazer em casa situação exposta.

No mais, são cães muito fáceis de ter em casa. A higiene é mínima: a pelagem curta não exige tosas, escovações e nem banhos muito recorrentes. Ficará a critério do dono e mais pelo cheiro que eventualmente possa pegar nas brincadeiras da sua rotina.

Alimentação

A alimentação de um Vizsla não é muito diferente dos demais cães do seu porte. Enquanto filhotes devem ser alimentados três vezes ao dia, porém em doses menores. Quanto mais qualidade tiver a ração, menor a quantidade necessária. Lembrando que uma boa ração (Premium ou Super Premium) pode garantir os nutrientes importantes para o crescimento saudável.

Quando adultos, podem comer apenas duas vezes, mas com ração destinada para essa fase da vida e, claro, em quantidade maior do que a dose usada para a fase filhote. O ideal é sempre consultar um veterinário antes de definir a quantidade e a ração.

Preço

O cão da raça Vizsla não é exatamente um desconhecido no Brasil e possui seus exemplares espalhados pelo país, contudo não estão entre os mais populares e pode haver alguma dificuldade em encontrá-lo para comprar. Caso surja a oportunidade, o Vizsla filhote terá preço na casa dos dois mil reais.

Sempre que optar pela compra de um cão dessa raça (assim como de outra qualquer), sempre verifique a procedência e a documentação sobre os pais para evitar problemas de saúde que sejam genéticos e possam encurtar a vida desse cachorro. O Vizsla para venda poderá ser comercializado nessa mesma faixa.

Vizsla canil

Não são muitos os canis que trabalham com a raça Vizsla, porém há um site especializado na raça onde você poderá encontrar não apenas filhotes desse cachorro, como ainda diversas dicas e conteúdos sobre como cuidar melhor de um cão Vizsla.

Caso queira conhecer, o site chama Vizla Carioca e poderá ser acessado através do link a seguir: http://www.vizslacarioca.com.br.

A raça Vizsla está na categoria Raças