Cão de Montanha do Pirineus

Cachorro Cão de Montanha do Pirineus

Grande, branco, peludo, com um olhar doce e um comportamento amigável, o Cão de Montanha do Pirinéus conquista quem o conhece. Esse cachorro, que mais parece um urso polar, tem uma origem bastante antiga. Vamos a seguir conhecer um pouco mais sobre sua história, características e comportamento.

Origem e história

A origem do Cão de Montanha do Pirinéus (cujo nome original é Chien de Montagne des Piréné) é bastante antiga e por isso é difícil defini-la com exatidão. Porém, especialistas acreditam que essa raça tenha surgido há milhares de anos na Ásia. Cerca de cinco mil anos atrás, ela teria sido levada para a Europa, onde se popularizou.

Seu nome veio da região das montanhas de Pirinéus, na França. Lá, ele era usado por criadores de ovelhas como cão de guarda. Seus donos, inclusive, colocavam nesses cães coleiras com pontas metálicas para garantir que ficassem protegidos de ataques de lobos durante a noite.

Cão de Montanha do Pirineus 4

Nesse mesmo país, chegaram a ser usados até o final do século XVII como cães de guarda da realeza e guardas do castelo. Não se sabe, na verdade, se eles realmente eram bons nesse trabalho ou se eram utilizados apenas por serem bonitos e imponentes. O fato é que o rei Luiz XIV chegou até mesmo a declará-lo como o cão real da França.

Durante a Segunda Guerra Mundial, sua força e resistência foram muito utilizadas. Isso porque esse cão era usado para transportar diversos tipos de produtos contrabandeados através de regiões montanhosas.

Devido ao seu comportamento e beleza, ganharam também a função de cães de companhia. Hoje em dia, não são os cães mais fáceis de serem encontrados, porém ainda possuem muitos admiradores e pessoas que se dispõem a criar e preservar a raça.

Temperamento

O Cão de Montanha do Pirinéus é considerado um animal com um excelente temperamento. Isso o qualifica tanto para ser usado como cão de guarda como para ser adotado como cão de companhia. Vamos conhecer melhor suas características principais.

Cão de Montanha do Pirinéus temperamento

O cachorro dessa raça é extremamente doce e carinhoso. É o típico cachorro enorme que não tem noção de seu tamanho. Adora receber carinho e correr em direção ao dono.

Cão de Montanha do Pirineus

Esse cachorro também é muito fiel e extremamente companheiro. Quando tem a oportunidade, está sempre junto das pessoas da casa. Ele adora ser o centro das atenções e receber afagos em troca de lambidas com sua língua gigante.

Apesar disso, esse animal também é bastante independente. Ele não é o tipo de cachorro que sofre muito se for deixado por algumas horas sozinhos. Na realidade, ele até gosta dessa liberdade.

Além de ser independente, o Cão de Montanha do Pirinéus também é um cão que está sempre alerta. Por conta das habilidades que foi desenvolvendo ao ser treinado como guarda de rebanhos, esse animal está sempre atento a qualquer barulho ou movimentação estranha em seu território. Nesses casos, ele rapidamente se põe a latir.

Outra característica curiosa que o diferencia da grande maioria dos cães é que este é um cachorro de hábitos noturnos, assim como os gatos. Ele costuma ter bastante disposição durante a noite, que é o seu período preferido para brincar, correr e se manter acordado.

Já durante o dia, o Cão de Montanha do Pirinéus é bem mais sossegado. Ele gosta de passar o dia dormindo pelos cantos e costuma ter um sono pesado, não se incomodando com claridade ou barulhos.

Cuidados

Para crescer e se manter forte, bonito e saudável, o Cão de Montanha do Pirinéus exige alguns cuidados especiais. Muitos desses cuidados são comuns a todas as raças de porte grande, e deve-se ter muita atenção quando a eles.

Um dos pontos principais é em relação ao ambiente onde o cão viverá. Esse animal é bastante espaçoso, e precisa ser mantido em uma grande área para que fique livre e solto. Portanto, não é uma raça recomendada para se criar em apartamento. A falta de espaço pode tornar o cão apático e até mesmo estressado e agressivo.

Cão de Montanha do Pirineus 3

Mas apesar de ser espaçoso, esse cão não é muito ativo. Portanto, as atividades físicas precisam ser incentivadas. Os donos devem ter bastante disposição para brincar com o cão e levá-lo para passear todos os dias. Isso ajuda a evitar que ele engorde demais e o torna mais sociável e feliz.

Também deve-se ter uma atenção especial com os pelos, para que se mantenham bonitos e saudáveis. O ideal é escová-lo todos os dias, para evitar a formação de nós e o acúmulo de pelos soltos.

Outro ponto muito importante nos cuidados com o Cão de Montanha do Pirinéus filhote é em relação a sua educação. Esse animal não é muito fácil de adestrar. Portanto, o mais recomendado é que seja treinado desde bem novinho, de preferência por um profissional especializado.

Saúde

A raça Cão de Montanha do Pirinéus tem uma expectativa de vida considerada média, sendo geralmente de 10 a 12 anos. Porém, com bons cuidados e boa alimentação, esses animais podem viver um pouco além disso.

Cão de Montanha do Pirinéus: peso e altura

A altura do macho fica geralmente entre 70 a 80 cm. Já a da fêmea fica entre 65 e 72 cm. Quanto ao peso, o do macho costuma variar entre 60 a 70 kg e o da fêmea fica entre 45 e 55 kg.

Problemas de saúde típicos

Esse cão é bastante forte e saudável, não apresentando geralmente muitos problemas de saúde. Porém, pode ser afetado por alguns problemas típicos das raças grandes.

Um desses problemas, que é mais comum de surgir na velhice do animal, é o câncer de ossos. Para diminuir seus riscos e efeitos, o ideal é que o animal seja sempre bem nutrido e seja levado ao veterinário regularmente para exames de rotina.

Outro problema que pode atingir o Cão de Montanha do Pirinéus são as infecções na orelha, que ficam propícias a isso por conta de seu formato caído. Para preveni-las, o ideal é limpá-las pelo menos uma vez por semana com uma gaze e um produto específico.

Como cuidar

Um dos cuidados que se deve ter com o Cão de Montanha do Pirinéus é em relação ao ambiente onde ele deve ser mantido. Esse cão não se adapta dentro de casa, sendo preferível deixá-lo solto em um espaço amplo do lado de fora. Porém, é preciso que haja um local coberto onde ele possa se proteger do vento, da chuva e do Sol muito quente.

Os banhos devem ser dados pelo menos uma vez a cada quinze dias. Um bom shampoo para pelos claros pode deixar sua pelagem ainda mais bonita e brilhante. E após o banho, é preciso que ele seja secado completamente para evitar problemas de pele causados pela umidade.

Cão de Montanha do Pirineus 2

O filhote de Cão de Montanha do Pirinéus também exige alguns cuidados especiais. Como é uma raça difícil de adestrar, esse cão deve ser treinado desde cedo. É importante que o treinador tenha uma boa técnica, paciência e pulso firme, pois essa pode não ser uma tarefa tão fácil para pessoas inexperientes.

Alimentação

Um fato muito importante que se deve saber antes de adotar um Cão de Montanha do Pirinéus: esse cachorro come muito. Por isso, o ideal é alimenta-lo duas vezes ao dia, assim ele não come demais uma vez só ou fica muitas horas seguidas sem comer.

Outra coisa importante é escolher uma ração adequada para o Cão de Montanha do Pirinéus. Ela deve ser própria para cães de porte grande e também adequada para a idade do animal.

Quando ele for mais novinho, até cerca de dez meses de vida, o ideal é que coma ração para filhotes. Esse tipo de alimento é rico nos nutrientes necessários para que o cãozinho cresça e se desenvolva forte e saudável

Já quando ele vai chegado próximo ao primeiro ano de vida, suas necessidades nutricionais vão se modificando e ele precisa de ainda mais força e energia. Nesse momento, pode-se trocar a ração de filhotes por uma comum, gradativamente.

E quando o Cão de Montanha do Pirinéus começar a apresentar sinais de velhice, é hora de escolher uma ração sênior. Elas costumam ser mais fáceis de mastigar e ajudam a fortalecer os ossos e o organismo do animal.

Preço

Cão de Montanha do Pirinéus preço

O preço de um Cão de Montanha do Pirinéus na Europa normalmente fica entre 900 e 1.000 euros. Esse valor dá cerca de R$ 3.000 a R$ 3.300.

Cão de Montanha do Pirinéus canil

No Brasil e na América Latina em geral, essa raça é pouco difundida. Portanto, não existem canis especializados em sua criação por aqui. Já na Europa esses canis são mais comuns, especialmente na França.

Cão de Montanha do Pirinéus venda

Assim como é difícil encontrar canis, também é difícil encontrar exemplares dessa raça à venda no País. O ideal é procurar no exterior, principalmente na Europa, onde esse cão é mais popular.

Cão de Montanha do Pirinéus adoção

Por ser uma raça rara, não é possível encontrar esses cães para adoção aqui.

O Cão de Montanha do Pirinéus é um cachorro lindo, gigante e muito doce. É um excelente cão de companhia e também de guarda. Infelizmente, é pouco difundido no Brasil, mas vale muito a pena conhece-lo e se apaixonar.

A raça Cão de Montanha do Pirineus está na categoria Raças