Blue Lacy

Origem e história

A raça Blue Lacy recebeu o nome de Frank, George, Ewin e Harry Lacy, irmãos que se mudaram do Kentucky para o Texas em meados do século XIX. Eles precisavam de um cão de trabalho que pudesse ajudar com a criação de suínos e gados, rastrear e localizar árvores, caçar veados e porcos selvagens, além de vigiar a propriedade.O cão precisava ser rápido, trabalhador, treinável e capaz de resistir ao clima quente do Texas. De acordo com a família Lacy, os irmãos criaram a raça Blue Lacy para atender a essas necessidades misturando lobo, Galgo inglês, o Pastor inglês, possivelmente coiote e alguma outra raça.Eles trabalharam para desenvolver os instintos naturais de pastoreio da raça para levar seus animais ao mercado. Desde então, o cão Blue Lacy permaneceu uma verdadeira raça do Texas e é incomum fora do estado. Em 2005, foi designado como raça oficial de cachorro do estado do Texas.
Blue Lacy cão

Temperamento

Blue Lacy é um cão inteligente, forte, ativo e alerta. Originalmente criado para trabalhar com porcos selvagens, a raça foi desenvolvida para o trabalho versátil com fazendeiros, caubóis e caçadores.Eles têm uma incrível determinação e força de vontade. Corajosos, destacam-se em pastorear gado e caçar javalis. São naturalmente territoriais e protegerão a propriedade.Embora os Lacys sejam ótimos companheiros, não se dão bem com proprietários passivos. Esta raça precisa de um líder calmo, mas assertivo, que estabeleça regras claras. Também necessitam de consistente exercício físico e mental. Devido à sua inteligência, podem ser rapidamente treinados para realizar muitas tarefas.Intensa é a primeira palavra que vem à mente para descrever o cachorro da raça Blue Lacy. As pessoas que vivem com essa linhagem são cheias de admiração por ele, descrevendo-o como leal, alerta e um grande companheiro. Enquanto está trabalhando, o Blue Lacy tem personalidade focada e impulsiva, mas, em casa, tende a ser calmo e doce. Isso não significa que não irá desafiar ou questionar o dono regularmente.Como qualquer cachorro, o Lacy pode ser destrutivo se ficar sem nada para fazer, cavando ou mastigando na ocupação do tempo. Qualquer que seja o trabalho que faça sem supervisão, é provável que o dono não goste, então esteja preparado para manter o Lacy ocupado com afazeres significativos.
Blue Lacy cachorro

Cuidados

O Lacy tem um pelo curto e liso com pouco ou nenhum subpelo. Escove ou penteie-o semanalmente para remover pelos mortos e distribuir óleos para a pele, banhando-o conforme necessário. O pelo cairá sazonalmente.O resto é cuidado básico. As unhas devem ser aparadas a cada três ou quatro semanas ou conforme necessário. Os dentes precisam ser escovados com frequência (com uma pasta de dentes para animais de estimação aprovada pelo veterinário) para uma boa saúde geral e hálito fresco.Como a maioria das raças de trabalho, o cachorro da raça Blue Lacy precisa de muita liderança e exercício. Eles foram criados para serem cães de trabalho e os criadores preferem colocá-los na fazenda e caçar em casa para preservar essa herança.Quando não está trabalhando, o Lacy deve ser levado para caminhadas diárias, longas e rápidas. Mas andar sozinho não é suficiente para o Blue Lacy. Muitos precisam de tarefas desafiadoras, como o pastoreio, a caça, rastreamento, agilidade ou lançamento de bola para serem cães equilibrados.

Saúde

Blue Lacy é uma raça muito saudável. Devido aos genes diluídos que carregam, a raça pode desenvolver alopecia por diluição de cor ou outros problemas de pele e pelagem.
Blue Lacy
Mesmo assim, Blue Lacy é um cão geralmente sadio, com expectativa de vida de 12 a 16 anos. No entanto, podem desenvolver problemas articulares, como displasia da anca ou displasia do cotovelo, e alguns são propensos a problemas de hipotireoidismo e alergias alimentares.Ocasionalmente, cachorros da raça Blue Lacy e tricolor podem ter uma condição rara chamada de alopecia por diluição de cor (CDA), que causa perda de cabelo e problemas de pele. O pelo parece normal quando o cão nasce, mas pode começar a desenvolver falhas de crescimento em pequenas áreas ou mesmo em todo o corpo.Todos os cães têm o potencial de desenvolver problemas genéticos de saúde, assim como todas as pessoas têm a possibilidade de herdar uma doença em particular. Sendo assim, corra de qualquer criador que não ofereça uma garantia de saúde para os filhotes de Blue Lacy. Que digam que a raça é 100% saudável e que não dispõe problemas ou ainda afirme que filhotes de Blue Lacy estão isolados por motivos de saúde.Um criador respeitável será honesto e aberto sobre problemas de saúde na raça e a incidência com que eles ocorrem em suas linhagens.Lembre-se de que, depois de ter levado um filhote novo para a casa, o dono tem o dever de protegê-lo de um dos problemas mais comuns de saúde canina: a obesidade. Manter o cachorro da raça Blue Lacy com um peso adequado é uma das maneiras mais fáceis de ajudar a garantir um cão saudável para toda a vida.

Como Cuidar

Tal como acontece com a maioria dos cães de trabalho, o Lacy é altamente inteligente e geralmente fácil de ensinar. Acima de tudo, ele está sempre pronto para ir e vir.Tenha em mente, no entanto, que parte do seu trabalho com o gado é um jogo em que o cão deve permanecer a distância latindo. Sempre que algo chama a atenção dessa raça, ele começa a se esconder, podendo ser difícil fazer com que se acalme.A maioria dos cachorros da raça Blue Lacy não confia em gatos. O cão, às vezes, pode se dar bem com outros cães e gatos, especialmente se é criado com eles. Quando bem socializado, pode gostar de brincar com outros cães que o visitam. Mas gatos vadios encontrados ao ar livre é outro assunto. O Lacy não hesitará em atacá-los ou outras criaturas que entrarem em na propriedade.

Blue Lacy filhote: como cuidar

O cão Blue Lacy pode ser cauteloso com estranhos, por isso é importante socializá-lo quando jovem. Ele deve conhecer muitas pessoas novas e outros animais, experimentar várias situações e lugares diferentes. Essa exposição precoce o ajudará a aprender a ter confiança em ambientes incomuns e, com sorte, inibir seu instinto de ter medo ou mesmo de morder ao encontrar situações ou pessoas desconhecidas.Comece a treinar um filhote de Blue Lacy no dia em que o levar para casa pois, caso contrário, antes que perceba, ele estará mandando na casa. Lacys são capazes de absorver tudo o que o dono ensinar. Não espere até que ele tenha 6 meses para começar a treiná-lo, ou o treinador terá um cão mais teimoso para lidar.Em vez de um treinamento formal, o dono pode começar a treinar o filhote em casa e socializá-lo entre a família e os amigos até que a vacinação do filhote seja concluída.O filhote de Blue Lacy perfeito não brota totalmente formado a partir do nascimento. Ele é um produto de sua formação e reprodução. Procure um filhote cujos pais tenham personalidades agradáveis ​​ou um que tenha sido bem socializado desde cedo.

Alimentação

A dieta do Blue Lacy deve ser formulada para uma raça de tamanho médio com alta energia e requisitos de exercício intenso. O dono deve consultar seu veterinário ou nutricionista profissional para obter conselhos sobre como alimentar seu cão e o tamanho correto das porções.As necessidades dietéticas vão mudar à medida que o Lacy passar de filhote para a idade adulta, e depois avançada. É fundamental ficar por dentro das fases e requisitos nutricionais.

Preço

O preço de um filhote de Blue Lacy pode variar de R$ 700 à R$ 3.000.

Cão Blue Lacy filhote preço

O custo de um cão Blue Lacy varia muito e depende de diversos fatores, como localização dos criadores, reputação, tamanho da ninhada, linhagem do filhote, popularidade da raça (oferta e demanda), treinamento, esforços de socialização, linhas de raça e muito mais.

Blue Lacy canil

Existem alguns canis responsáveis por raças mais difíceis de se conseguir no Brasil, quase sempre com preços mais elevados, que comumente comprovam a origem do cão. Outras fontes na internet podem ser consultadas, porém todo o cuidado é pouco para comprar um filhote verdadeiro da linhagem, sem possíveis dificuldades. É bom desconfiar de valores muito abaixo da maioria e desculpas sobre a criação.Há também custos iniciais a serem considerados, itens de que precisa e preocupações com a saúde. Objetos como uma caixa, transportadora, tigelas, roupas de cama e coleiras custam cerca de R$ 500. Em seguida, as necessidades médicas, como vacinação, castração ou esterilização, exames de sangue, desparasitação e tratamentos físicos que variam de preço.