Bernedoodle

Cachorro Bernedoodle

Origem e história

O Bernedoodle é o que se conhece como cão híbrido, uma mistura de duas raças diferentes. Neste caso, o Bernedoodle foi criado a partir da mescla do Poodle com o Boiadeiro de Berna ou boiadeiro bernese. O primeiro é pequenino, tem origem francesa e é considerado um dos cães mais inteligentes do mundo. Já o segundo é enorme, um típico cachorro de montanha, em especial por conta de ele ser muito utilizado e ter sido desenvolvido nos alpes suíços.

Não há uma data específica para o surgimento da raça Bernedoodle, pois esse tipo de cruzamento já existe há um bom tempo. Porém, o criador que afirma ter sido o primeiro a produzir essa junção específica de raças é Sherry Rupke, da SwissRidge Kennels, que, como o nome já indica, é da Suíça. A primeira ninhada de Bernedoodles criada por ele foi em 2003 e, a partir de então, todo um trabalho foi dedicado em ampliar a reprodução da raça híbrida.

Bernedoodle cachorro

No processo de mistura, estão inclusos Poodles e Boiadeiros Berneses de todos os tamanhos, mas Rupke também fez uma adição que deu outra particularidade a esta raça híbrida: ele incluiu o Labradoodle australiano, gerando o Bernedoodle australiano. Vale lembrar que o Labradoodle já é uma mistura híbrida das seguintes raças: Labrador Retriever, Cocker Spaniel, Spaniel de Água Irlandesa e Poodle.

Por ser uma raça híbrida, o Bernedoodle não é reconhecido pelo American Kennel Club (AKC), embora seja aceito pelas seguintes entidades: American Canine Hybrid Club, Designer Dogs Kennel Club, International Designer Canine Registry e Designer Breed Registry.

Temperamento

Como o cão da raça Bernedoodle é uma combinação de duas distintas, o filhote de Bernedoodle receberá traços de personalidade tanto do Boiadeiro Bernese quanto do Poodle. Porém, tudo vai depender da quantidade de cada raça envolvidas no cruzamento. Pode ser que as características de um Bernedoodle filhote estejam mais para um Poodle porque foram herdados mais elementos do pai poodle ou, o contrário, o animal tem mais traços do boiadeiro bernese devido a ter “puxado” mais características da mãe, que é boiadeiro bernese. De qualquer forma, o Bernedoodle tem temperamento brincalhão e bastante afetuoso, sendo ideal para crianças e para serem bons companheiros da família.

Por conta da característica do boiadeiro bernese, é possível que o Bernedoodle seja um tanto quanto cauteloso em relação a pessoas estranhas, por isso, é fundamental que a socialização com outros animais e pessoas seja feita de forma precoce. Até por conta da questão da socialização, é importante manter sempre o cão como parte da família, tendo interação humana contínua. Isso porque é um cão que pode vir a sofrer de ansiedade de separação e adoecer, especialmente se ele ficar longos períodos sozinho.

O Bernedoodle possui personalidade bastante amigável e carinhosa, por isso, é um ótimo parceiro para o dia a dia, já que ele gosta e esbanja amor e alegria a cada lambida e brincadeira. Até pela influência do Boiadeiro Bernese, o Bernedoodle é extremamente leal, formando laços firmes com o seu dono e seus familiares. Outro traço muito comum dele é sua energia exacerbada e certa teimosia. Contudo, o Bernedoodle também é muito inteligente, já que herda essa característica do Poodle, o que só tem a agregar positivamente a essa raça híbrida.

Bernedoodle

Cuidados

Por ser um animal enérgico e meio teimoso, o Bernedoodle filhote deve ser socializado e treinado o quanto antes. Até por conta dessa característica, o Bernedoodle cão é bem ativo e precisa de atenção e tempo para brincadeiras e passeios ao ar livre. Então, leve o Bernedoodle para caminhadas matinais ou passeios pela vizinhança para que eles se sintam amados e felizes, apenas isso já basta, não sendo necessários exercícios muito intensos.

Vale ressaltar, porém, que o mini Bernedoodle é um pouco mais ativo do que as suas versões maiores, então pode ser necessária uma maior atenção diária. No entanto, não chega a ser um problema, pois, em geral, o Bernedoodle é uma raça mais tranquila e que gosta de ficar na companhia do dono. Ou seja, dando alguma atividade para ele gastar energia já é suficiente para ele não lhe causar transtornos.

Saúde

O Bernedoodle é um cão bastante saudável, em especial aqueles que nasceram de cruzamentos 50% de cada raça, que é considerada a com melhor pedigree. Mas, apesar de ser menos propenso a doenças, isso não quer dizer que essa raça não possa desenvolver nenhum problema. Entre as questões de saúde que poderão afetar o animal, as mais comuns são problemas de visão, de pele e displasia do cotovelo e da anca, que pode prejudicar o seu andar e trazer muita dor, em especial na velhice.

Alguns Bernedoodles podem, ainda, quando filhotes, desenvolver problemas digestivos e relacionados ao sistema imunológico, em especial aqueles com mais genes da raça Poodle. Já aqueles com mais genes da raça Boiadeiro de Berna podem ter mais problemas nos ossos e articulações.

Para evitar tais transtornos, é recomendável que se adquira Bernedoodle de canil renomado e reconhecido, pois, nesse caso, haverá uma série de cuidados e exames feitos por um veterinário para saber se aquela ninhada de filhotes, por exemplo, tem a possibilidade de desenvolver alguma doença hereditária. Além disso, o que vai ajudar a manter um cão saudável é uma dieta equilibrada, exercícios regulares, visitas frequentes ao veterinário e muito carinho da família!  

Como cuidar

O Bernedoodle, em geral, tem uma mistura de branco, preto e marrom, podendo alguma cor predominar sobre as demais ou carregar apenas uma ou duas cores. A variedade também ocorre na pelagem: alguns Bernedoodles possuem longos casacos ondulados, já outros têm casacos encaracolados. Em ambos os casos, há pouca perda de pelo, sendo ótimo para quem possui alergia.

A recomendação para essa raça é manter uma escovação frequente, para que a pelagem continue bonita e evite nós, em especial nos Bernedoodles, que possuem casacos ondulados. Também é importante cuidar dos pelos nas patas, que devem ser aparados regularmente. E, claro, banhos regulares, que vão ajudar a mantê-lo saudável e bonito.

Alimentação

Como o Bernedoodle possui três tamanhos distintos, a quantidade de ração a ser dada vai depender justamente do tipo de Bernedoodle adquirido, isto é, se for o mini Bernedoodle, a quantidade deverá ser pequena, mas se for o padrão normal da raça, a alimentação deverá ser de cão de porte grande. Mas, independentemente, disto, é fundamental que a alimentação dos Bernedoodles seja com ração de altíssima qualidade e de uma marca confiável.

Para os filhotes de Bernedoodle, é importante adquirir a ração específica, pois ela contém vitaminas que são essenciais para o pleno desenvolvimento do cachorro. Qualquer dúvida a respeito de qual alimentação comprar e também sobre a quantidade a ser oferecida ao animal, procure ajuda especializada, seja com o criador ou com um veterinário, que eles fornecerão informações mais precisas e personalizadas ao seu bichinho.

Preço

O Bernedoodle é um animal caro e ainda um pouco difícil de ser encontrado no Brasil. Vale fazer uma boa pesquisa em criadores, que poderão ter conhecimento desse tipo de mistura sendo feita no país. Em pesquisa junto a sites do exterior, o Bernedoodle tem preço médio variando de $ 400 (cerca de R$ 1,2 mil) um Bernedoodle médio a $ 3 mil (R$ 12 mil) um Bernedoodle tricolor. Há modelos intermediários custando $ 800 (R$ 3.200) e $ 1,5 mil (R$ 6 mil).

A raça Bernedoodle está na categoria Cachorros Médios