Tahltan

Cachorro Tahltan

Origem e história

O Tahltan é um cão de origem canadense. A raça foi criada por uma tribo indígena de mesmo nome e, por isso, é tida como nativa do Canadá, porém muitos já a consideram como uma raça extinta.

Sua origem se deu muito provavelmente do cruzamento entre cães da raça Spitz e Pária, o que fez com que o Tahltan viesse a se tornar um cachorro de pequeno porte, porém forte e com grande agilidade como principais características.

Sendo assim, este se tornou um cão de caça conhecido principalmente por ser muito eficiente em abater ursos.

A partir dos anos de 1960, já não foi mais possível identificar estes cães vivos em nosso meio, assim como possíveis descendentes, já que não há registro de qualquer tipo de cruzamento que possa ter sido feito do mesmo com outras raças.

Sua extinção em geral se deu graças à sua baixa popularidade, além do fato de que uma fêmea Tahltan só dava a luz a cerca de 3 a 4 filhotes por ano, sendo que, muitas vezes, a maioria deles não sobrevivia.

Temperamento

Tahltan Temperamento

O cão da raça Tahltan era bem agitado e atento, porém, em períodos de descanso, costumava ficar bem calmo e passar boa parte de seu tempo deitado próximo aos seus donos.

Possuía como características o companheirismo e o desenvolvimento de um enorme afeto por seus tutores, defendendo-o de tudo e de todos caso fosse necessário.

Embora fosse um cão que tivesse um forte instinto de guarda e caça, o Tahltan possuía um comportamento dócil e carinhoso com os seres humanos, inclusive as crianças.

Embora ele tenha sido um cão de caça, há relatos de que ele costumava se relacionar bem com animais de menor porte e só se mostrava mais agressivo com os de maior tamanho.

Tahltan Personalidade

Sua personalidade poderia ser definida pela sua enorme coragem. Como já foi dito anteriormente, a raça de cachorro Tahltan não se sentia intimidado por animais de grande porte, incluindo ursos e grandes felinos.

Era um cão muito admirado principalmente por donos que exerciam atividades relacionadas à caça, não só por desempenhar um excelente trabalho mas também por se mostrar como um cão extremamente companheiro e leal quando junto de sua família.

Cuidados

Por ser um cão que exercia trabalhos relacionados à caça, o Tahltan certamente possuía muita energia que necessitaria ser gasta de alguma forma eficiente. Por isto, caso o ele fosse adquirido somente com o intuito de ser um cachorro de companhia ou então nos dias em que o mesmo não precisasse trabalhar, seu dono deveria fazer com que ele exercesse algum tipo de atividade física durante o dia.

Por ser um cão ágil e bastante inteligente, estes exercícios poderiam incluir atividades como corridas em casa ou ao ar livre, além de brincadeiras que o exercitasse não só fisicamente, mas também mentalmente.

Cuidados com o filhote de Tahltan

Em relação ao Tahltan filhote, não há registro de cuidados mais avançados requeridos a eles. Os únicos cuidados que se mostravam realmente relevantes são relacionados ao treinamento, para acostumar o filhote a obedecer aos comandos que eram dados por seus donos quando atingissem a idade adulta.

Outro cuidado necessário era o de submeter o cão a socialização ainda quando filhote, pois, embora fosse um cão muito obediente e dócil com seres humanos, este processo de socialização do mesmo com o meio ambiente poderia evitar alguns comportamentos inesperados do mesmo.

Saúde

A expectativa de vida do cão da raça Tahltan variava normalmente entre 10 e 12 anos de idade. Era considerado por muitos como um cão cuja saúde era muito forte e dificilmente abalada.

Porém, essas características só eram reais caso o cão não fosse retirado do habitat ao qual era acostumado a viver, cujo clima característico era o frio. Quando saiu de sua zona de conforto, a raça veio a se tornar um cão de saúde mais frágil devido ao calor e a mudanças que ocorreram em sua dieta. Com estes fatores, ele se tornou mais susceptível a desenvolver algumas patologias, entre elas a cinomose, uma doença que tem a capacidade de debilitar todos os sistemas do organismo de um cão. Ela é causada por um vírus muito potente e perigoso, porém, caso tratada logo no início e de forma adequada, o animal afetado terá grandes chances de cura.

Entre os sinais e sintomas mais comuns apresentados estão a falta de apetite, diarréia, vômito e andar cambaleante. Em estágios mais graves e avançados, quando o vírus atinge o sistema nervoso do animal, o cachorro passará a apresentar febre, convulsões, paralisia em algumas ou todas as partes do corpo, além de insuficiência respiratória.

O tratamento para a cinomose é baseado na administração de fármacos, vitaminas e suplementos que irão ajudar a fortalecer o sistema imunológico do animal, a fim de que o seu próprio corpo possa vir a combater o vírus.

Além de curada, esta patologia pode ser prevenida. Para isto, é necessário que o seu cão possua uma dieta de qualidade e com todas as vacinas e vermífugos em dia. É importante saber também que, na maioria das vezes, os cães que contraem o vírus da cinomose e conseguem sobreviver, passam a apresentar algumas sequelas neurológicas depois de recuperados da doença.

Como cuidar

Na época em que os cães da raça Tahltan ainda não haviam sido extintos, não havia muito segredo em saber como cuidar deles.

Por ser um cão com a pelagem curta, não era necessário que os seus pelos fossem escovados com uma frequência superior a uma vez por semana.

Banhos eram necessários apenas uma vez ao mês caso exercessem apenas a função de ser um animal doméstico. Caso fosse um cão que também fosse submetido a atividades de caça, banhos mais freqüentes poderiam ser necessários.

Como em todos os cães, inspeções periódicas em sua boca, orelhas e patas eram necessárias a fim de evitar e identificar ferimentos e infecções que poderiam atingi-los.

Alimentação

Diferente do que estamos acostumados hoje em dia, a alimentação do Tahltan não era baseada em rações industrializadas e a sua dieta poderia ser definida como sendo carnívora.

Quanto aos alimentos que eram consumidos por ele podemos citar pedaços de carne em geral, peixes dos mais variados tipos e até mesmo pedaços de pássaros e alguns pequenos animais que o cão da raça Tahltan encontrava pela frente.

Ele era acostumado a realizar de 3 a 4 refeições ao dia e consumiam uma quantidade generosa de alimento, já que necessitavam armazenar bastante energia para que conseguissem desempenhar as funções que lhe eram atribuídas.

Mesmo possuindo esta dieta um pouco diferenciada o Tahltan conseguia se manter forte e saudável, tanto que a mudança drástica em sua dieta foi um dos fatores responsáveis por sua extinção.

Preço

Tahltan Preço

Como já foi dito anteriormente, não mais registros da existência de algum cão da raça Tahltan e nem de algum descendente do mesmo. Sendo assim, não há como definir os valores pelo qual um filhote deste cão seria comercializado nos dias de hoje.

Tahltan Canil

Por ser uma raça de cães inexistente nos dias de hoje, não é possível encontrar nenhum tipo de canil ou local que venda os cachorros da raça Tahltan ou qualquer tipo de descendente próximo.

A raça Tahltan está na categoria Cachorros Médios