Spaniel Tibetano

Cachorro Spaniel Tibetano

Origem e história

O Spaniel Tibetano é uma raça muito antiga. Há indícios de que possa ter existido desde 200 A. C. Há diferentes teorias a respeito de sua origem. Uma delas diz que eles eram descendentes de pequineses que foram oferecidos aos tibetanos pelos chineses. Outra teoria atesta que o pequinês é que é descendente da raça Spaniel Tibetano, dados de presente para os chineses.

A história do cão da raça Spaniel Tibetano está muito ligada com a vida religiosa do Tibete. Por muito tempo, esta região do planeta que fica na Ásia esteve isolada do resto do mundo, com conexões apenas com suas vizinhas China e Índia.

Spaniel Tibetano

Esse isolamento, aliado à característica nômade de seu povo e com o crescimento da religião budista, que se opõe ao abate de animais, proporcionaram um convívio e uma importância dos cães muito grande na vida dos tibetanos. Certamente este fato contribuiu para a permanência e crescimento da raça naquela região.

Carinho pela raça advém de crença budista

A relação próxima e carinhosa do povo tibetano com esses animais decorre da crença budista da existência da reencarnação e que, consequentemente, há a possibilidade de que em vidas anteriores eles terem sido aqueles animais ou que ainda poderiam voltar a sê-lo no futuro.

O cachorro Spaniel Tibetano era utilizado como guardião por conta de sua excepcional visão, capaz de enxergar distâncias bastante longas e também por conta de seu latido persistente quando percebe algo diferente. Era comum o animal ficar horas e horas na porta dos monastérios cuidando da entrada e, a qualquer aproximação de estranhos (ladrões ou mesmo lobos à procura dos rebanhos), o alarme natural dos latidos era acionado, avisando os monges que estavam dentro do recinto.

Era muito comum presentear as famílias reais do Tibet com este cãozinho. Esse costume fez disseminar a raça do Spaniel Tibetano por toda a Ásia e, posteriormente, todo o mundo. Nesse mecanismo de oferta de estima entre povos, o animal chegou à Inglaterra no século XIX. Segundo o United Kennel Club, apesar do nome “Spaniel”, eles não são verdadeiros “Spaniels”, mas acabaram recebendo esse nome para serem diferenciados do Terrier Tibetano.

O Spaniel Tibetano mede aproximadamente 25 cm, seja macho ou fêmea. Seu peso pode variar entre 4 kg e 7 kg. E apesar de bastante antigo, o Spaniel Tibetano fora reconhecido pelo Americanl Kennel Clube apenas em 1983, enquanto que o United Kennel Club aceitou oficialmente esta raça somente em 1992.

Temperamento

Entre as principais características do Spaniel Tibetano estão a afetividade e o amor. Um cachorro bastante feliz, de alegria contagiante, que gosta de estar muito próximo ao seu dono e sua família. Bastante amistoso com crianças, é ideal para apartamentos, já que não precisa fazer muitos exercícios físicos, nem precisa de um quintal muito grande para correr.

Spaniel Tibetano 3

Trata-se de um cachorro bastante sensível, que absorve as emoções daqueles que o cercam. Portanto, se você vai discutir com seu marido ou esposa, se pretender dar alguma bronca nos seus filhos ou reclamar de algo por telefone, é bom não o fazer próximo ao Spaniel Tibetano, pois ele poderá absorver essas emoções negativas e ficar incomodado.

Cão de guarda com ótima visão

Um cão de muita elegância, gosta de permanecer em locais mais altos para poder observar o que acontece. Muito inteligente, o Spaniel Tibetano possui uma personalidade bastante forte e independente, o que pode fazer com que ele não aceite alguma ordem indicada pelo seu proprietário. Para evitar esse tipo de situação, um bom adestramento já vai proporcionar que ele se torne cada vez mais obediente.

Muito ligado aos seus donos, o Spaniel Tibetano é muito arredio com estranhos e fará de tudo para proteger a sua casa e sua família. Como seus antepassados, possui ótima visão e tem o instinto de cão de guarda, no qual late insistentemente ao perceber algum sinal de perigo.

Cuidados

O filhote de Spaniel Tibetano deve ser treinado desde pequeno para que seja um cachorro bastante obediente. Pois, como mencionamos acima, seu comportamento independente pode fazer com que ele seja um pouco arredio a cumprir algumas ordens.

Outra importância de se fazer o treinamento do Spaniel Tibetano filhote é que vai ajudar a evitar que ele mastigue objetos e móveis, especialmente se você não estiver em casa. De qualquer forma, com muito carinho, doçura e estímulo, é possível proporcionar um adestramento que aproxime ainda mais este cãozinho tão fofo e amigo a sua família.

Não é recomendável que ele fique fora de casa

Como se trata de um animal de porte pequeno, é considerado ideal para espaços pequenos, podendo ficar bem até mesmo sozinho durante o dia, quando todo mundo vai trabalhar ou para a escola.  No entanto, não deve ficar fora de casa, é importante que ele faça parte do convívio familiar.

Spaniel Tibetano 4

Sem a necessidade de levar o animal para longas caminhadas diárias, é importante, entretanto, manter uma conexão com o bichinho, afinal de contas, não é porque ele não precisa fazer exercícios que ele não vai querer brincar e estar junto de você, não é mesmo?

Então, aproveite para tirar alguns momentos para jogar com ele ou até mesmo para não fazer nada, apenas tê-lo em sua companhia. Seja em casa ou na rua, o Spaniel Tibetanto vai adorar a parceria e certamente retribuirá com muito amor e afeto.

Saúde

O cão da raça Spaniel Tibetano é considerado por especialistas bastante saudável e sua expectativa de vida está entre 12 e 15 anos. Porém, é comum que ele desenvolva alguns problemas. Um deles é a luxação patelar, bastante comum em cães pequenos. Ela é causada quando a patela (que é composta por três partes: fêmur, patela e tíbia) não está alinhada. Isso impede que ele caminhe normalmente e é algo geralmente genético, que pode aparecer já no nascimento. A fricção causada por essa doença pode causar artrite.

Outra doença muito comum é a atrofia progressiva da retina, que pode levar à cegueira. Trata-se de um processo lento que leva à perda de visão dos olhos e é detectável antes dele mostrar algum sinal de cegueira.

O importante, para evitar transtornos, é sempre levar seu animal no veterinário, para que ele examine e possa evitar qualquer problema que possa surgir, caso da doença ocular, por exemplo. E é fundamental que o seu bichinho venha de um criador responsável e certificado, que possa oferecer todos os exames e documentos relativos ao seu cão, bem como aos pais dele, indicando que não há doenças ou qualquer outro problema de saúde.

Como cuidar

No Spaniel Tibetano é aceito todas as cores e misturas. Sua pelagem é bem lisa e sedosa, suave no rosto e na frente das pernas, enquanto é moderada no resto do corpo. Por se tratar de uma pelagem bastante especial, ela deverá permanecer bem saudável, com escovação semanal pelo menos. Isso evitará a formação e o acúmulo de nós ao longo de seu corpo. É bom ter um cuidado também com o tamanho dos pelos nas patas. Eles devem ser aparados para mantê-las sempre limpas.

Spaniel Tibetano 2

O mesmo cuidado se deve ter com as unhas, que devem também ser aparadas uma ou duas vezes por mês. Isso vai evitar que as unhas do cachorro se prendam no tapete ou ele machuque suas pernas quando pular para lhe dar e receber carinho. É importante também cuidar da higiene dental do animal. Escove os dentes de seu bichinho de duas a três vezes por semana. Ele deve ser banhado regularmente, em média uma vez a cada dois meses.

Alimentação

O Spaniel Tibetano deve ser alimentado com ração com alto nível de nutrientes. Em média é aconselhado dar de 3/4 a uma xícara de ração por dia. Porém, a quantidade de alimento a ser destinada a seu animal pode variar, dependendo do tamanho, peso, metabolismo e idade dele.

Por isso, o ideal é você consultar um veterinário, que poderá indicar o que é melhor para o seu bichinho, indicando uma dieta mais centrada nas necessidades nutricionais dele. Outra alternativa é realizar uma consulta ao canil do Spaniel Tibetano, já que o criador poderá dar as informações de quanto em média os pais de seu exemplar comem normalmente.

Preço

Encontrar um Spaniel Tibetano para comprar no Brasil é um tanto quanto complicado. Não existem muitos canis que possuam exemplares para vender. No entanto, com uma boa pesquisa é possível verificar a possibilidade com criadores se há algum Spaniel Tibetano à venda. Mas não confunda com o pequinês. Embora possam ser parecidos, não são da mesma espécime.

Mas afinal de contas, quanto custa um Spaniel Tibetano? Em consulta a sites estrangeiros, o preço do Spaniel Tibetano fica entre 800 e 1000 dólares, o que dá mais ou menos R$ 2400 a R$ 3000. Há sites brasileiros que indicam valores entre R$ 400 e R$ 900, mas parecem desatualizados e não indicam as pessoas que vendem de fato os animais. Então, se você deseja adquirir um animalzinho lindo desses, é bom ter paciência e procurar bastante. Mas certamente valerá a pena!

A raça Spaniel Tibetano está na categoria Cachorros Pequenos