Labrador

Cachorro Labrador

Origem e história

O Labrador Retriever, uma cão de recuperação de caça, como seu próprio nome diz, é uma raça considerada muito brincalhona e trabalhadora. Sua história provém da Península do Labrador, no leste do Canadá, mais especificamente da Ilha de Terra Nova, na qual os cães eram amplamente usados pelos trabalhadores para auxiliar na recuperação de redes de pesca e para apanhar aves selvagens.

A ilha de Terra Nova era habitada por esquimós quando pescadores que passavam por perto com seus barcos decidiram nadar até a ilha e fixarem-se ali. Não existem registros de quando os pescadores chegaram, mas acredita-se que eles trouxeram os cães e que os mesmos são parentes da raça de cães Terra-Nova, por este motivo a raça foi chamada de Cão Menor de Terra Nova.

Porém, o Labrador apresenta muito mais semelhança com a raça Mastim, são mais peludos que os Terra-Nova, mais fortes e com ossos robustos, porém os Terra-Nova e os Labradores Retriever possuem uma característica que só os dois compartilham, a pata com dedos palmeados.

Labrador

O Labrador se desenvolveu de modo a se adaptar ao clima rigoroso da ilha. Com peito largo para nadar contra as ondas, corpo não muito grande para caber no barco dos pescadores, pelos densos e impermeáveis para sobreviver ao frio de Terra Nova, bem como o tamanho nas patas que proporcionava equilíbrio e ajudava o cão a nadar.

A medida que foi se popularizando, o Labrador Retriever foi substituindo os demais cães da ilha, devido a sua melhor adaptação e serventia para as necessidades dos trabalhadores da ilha. Naquela época, era mais comum o Labrador preto, porém não haviam registros do animal na época.

O conde de Malmsburry foi responsável por levar a raça até a Grã-Bretanha e mudar seu nome para Labrador Retriever. Houve a preocupação de manter a raça pura para que o cão continuasse com as habilidades de caça, nado e luta, porém, dizem que mesmo com o cruzamento com outras raças os filhotes costumavam manter as característica de Labrador, pelos curtos e dedos palmeados.

A raça de cachorro Labrador sempre foi elogiada pelo seu porte e elegância além de seu temperamento, fruto de um grande cuidado dos primeiros donos da raça, já que estas características foram consideradas fundamentais para a utilidade desses cães.

Em 1903, os Labradores foram reconhecidos oficialmente pelo Kennel Club como raça, sendo alguns registrados como Labrador Golden Retriever e outros somente como Labrador, mas sem mais observações a respeito da pelagem. Atualmente, acredita-se que os Golden eram apenas labradores caramelo, mas não se sabe ao certo.

Durante a Segunda Guerra Mundial, mesmo que a maioria dos Labradores fossem negros, o Labrador caramelo se popularizou, levando a um cão fruto de vários cruzamentos selecionados com o objetivo de se obter um labrador caramelo de ótima qualidade, este Labrador Retriever foi chamado de Bem of Hyde.

A família real britânica, desde muito cedo esteve relacionada a essa raça de cães. A realeza apoiou competições e exposições de cães Labradores desde a época do Rei Jorge VI e da rainha Isabel I. Rei e rainha inscreveram seus próprios cães nas competições e ainda hoje a rainha acompanha o Campeonato Britânico de Retriever anualmente em sua propriedade de caça de Sandrigham.

Temperamento

O cachorro Labrador certamente é uma raça que demanda muita energia de seu dono. Com temperamento ativo, animado, brincalhão e obediente, é um ótimo cão tanto como companhia para crianças, uma vez que é animado e enérgico, como cão de campo, sendo obediente, forte e inteligente.

O Labrador necessita de desafios diários, como foi sempre acostumado na ilha de Terra Nova. Por conta disso, ele precisa de um espaço para correr e explorar, pois um cão Labrador entediado pode apresentar grandes problemas de comportamento e ser muito bagunceiro.

Labrador2

Labradores necessitam de atenção, são do tipo de cachorro que não dispensa uma brincadeira com bola e por vezes aparentam incansáveis.

São também o tipo de cachorro que se aborrece e pode até adoecer com grandes ausências do dono, mas apesar disso, não chega a se opor a novas companhias na casa, seja de um novo cão ou uma criança.

É muito comum que o Labrador seja visto como um cão bagunceiro e desobediente, mas isto ocorre apenas quando ele não tem atividades interessantes nas quais gastar sua imensa energia ou não é adestrado de maneira correta pelos seus donos pois é muito inteligente e esperto.

Cuidados

O Labrador é um cão que não necessita de intensos cuidados, como muitos outros cães de raça necessitam. O maior cuidado sempre será com sua própria casa, pois ele possui um enorme poder de destruição, cavando buracos no jardim e arrancando flores, além de necessitar de muito exercício físico diário.

Labrador5

Como são cães de grande porte, a alimentação deve ser sempre controlada de modo que o cachorro não fique com excesso de peso, o que poderia causar problemas nos ossos e articulações. Banhos quinzenais quando o clima está quente são muito recomendadas, uma vez que o cão é originalmente habituado com água. Não é um cão intolerante a temperaturas altas e baixas, se adaptando com facilidade a diversos climas.

Saúde

Problemas nos ossos e ortopédicos costumas ser os mais comuns em Labradores devido ao seu porte, em especial naqueles que estão acima do peso.

Cães desse porte têm mais possibilidade de displasia de cotovelo, displasia de quadril e torção de estômago, que podem ser evitados controlando o peso e a quantia ideal de alimento diário. Em geral, é um cachorro muito saudável e inclusive utilizado na cão terapia para ajudar na recuperação de pessoas.

Como cuidar

Labradores são animais que precisam de muita atividade física, pois sempre foram muito ativos na época em que ajudavam os trabalhadores da ilha de Terra Nova.

Deixar o Labrador brincar com água às vezes é muito saudável, uma vez que esta é uma raça que gosta muito de água. Uma boa maneira de manter o cachorro ativo e obediente é o adestrando. Ele é caracteristicamente um cão obediente, mas para isso é preciso que ele seja treinado desde cedo.

Labrador3

O Labrador é uma animal que faz de tudo para agradar seu dono, por essa característica ele é um cão considerado fácil de ser adestrado. As atividades de adestramento devem ser iniciadas com comando simples e que também animem o animal, podendo envolver jogos e principalmente atividades que façam o labrador se exercitar muito, pois se o as atividades forem entediantes para o cão ele pode se mostrar indisciplinado.

Costuma-se dizer que adestrar um cão Labrador depende 5% do cão e 95% do adestrador, por esta razão é importantíssimo que o dono saiba como adestrar um labrador corretamente.

Alimentação

O Labrador é um animal que também tem propensão a engordar, especialmente quando já está velho, por esta razão a quantidade de ração deve ser sempre controlada. No início da vida do Labrador, até completar 40 dias, ele deve se alimentar de leite materno, se não for possível deve ser alimentado com leite especial para bebês. Após esses 40 dias, inicia-se a fase de desmame em que o Labrador para de tomar o leite materno.

Labrador4

Nessa fase, o dono deve alimenta-lo inicialmente com leite especial, em sequência com papinhas para desmame e por fim a ração para filhotes, sendo dadas ao animal cerca de 300 gramas por dia distribuídas em cinco vezes ao dia até o terceiro mês de idade. Nessa fase, outros tipos de alimento, como restos de comida, não devem ser dados pois o estômago do Labrador é muito sensível.

Quando o Labrador completa 3 meses, deve ser alimentado com 400 gramas de ração distribuídas em 3 refeições diárias. Até os 6 meses, o cão deve ser alimentado 2 vezes ao dia, totalizando 500 gramas. Já o Labrador adulto pode, inclusive, ser alimentado apenas uma vez ao dia com 500 a 600 gramas de ração diária. As necessidades energéticas do Labrador podem variar de animal para animal, por esta razão é recomendado que seja consultado um médico veterinário para decidir a quantia exata.

Preço

O Labrador Retriever é uma raça que não costuma ter um preço muito alto em relação a outros cães de raça. O preço de um filhote de Labrador Retriever é média R$1500, tendo variações de acordo pedigree e nas características mais próximas do que descreve sua raça. Um Labrador filhote com pais, avós ou bisavós premiados também é muito mais valorizado. São aceitos dentro do padrão racial as cores caramelo, chocolate e preto.

O Labrador caramelo ou Labrador branco geralmente é mais agitado e é o mais comum, embora a pelagem caramelo seja devido a um gene recessivo. Cruzamentos entre um Labrador caramelo e um Labrador marrom, conhecido como Labrador chocolate, ou sucessivos cruzamentos entre Labradores caramelo sem que haja um Labrador preto entre eles podem causar despigmentações na mucosa dos olhos, o que além de deixar o animal mais propenso a doenças, como o câncer de pele, faz com que ele já não seja considerado da raça, impossibilitando a emissão do pedigree e reduzindo o preço desses filhotes de Labrador.

Por este motivo, é recomendado que o canil do Labrador seja de confiança, pois estes detalhes podem passar despercebidos por leigos no assunto.

A raça Labrador está na categoria Cachorros Grandes