Cockapoo

Cachorro Cockapoo

Origem e história

Muitos futuros donos de cães que estão procurando um filhote para comprar ou adotar se encontram em uma mesma situação: qual raça eu escolho? Tal escolha muitas vezes é brutal. Se não no momento da adoção, um pouco ou bastante tempo depois surge o arrependimento de ter escolhido a raça x ao invés da raça y. A dúvida em relação à escolha de um companheiro de diferente espécie para alegrar a casa é perfeitamente compreensível, e se não passamos por isso nós mesmos, certamente conhecemos alguém que tenha passado certo tempo se perguntando qual raça escolher. Entretanto, tal dúvida pode ser mitigada quando considerando a raça de cão Cockapoo.

Cockapoo

Imagine a seguinte situação: uma pessoa precisa de um cachorro grande, resistente ao frio, que não solte muitos pelos e que seja amigável e brincalhão. Certamente não haverá muita escolha de raça, e talvez as que existam não sejam esteticamente agradáveis ou de custo muito alto. Agora, imagine esta outra: uma pessoa é alérgica a pelos de cachorro, mas não deseja um cão que tenha propriedades hipoalergênicas, por qualquer motivo que seja. Foi baseado nesta segunda situação hipotética que surgiu o Cockapoo, um dos primeiros “Designer Dogs”, literalmente “Cão de Desenhista (ou mesmo Designer)”.

Em ambas as situações hipotéticas apresentadas acima, os Designer Dogs podem ser aplicados. A partir da segunda metade do século XX, com a explosão da popularização de cães em casas comuns (até então não era tão comum a criação de cães em apartamentos ou casas pequenas), surgiram novos interesses e necessidades na hora de considerar a raça do filhote a ser adotado. Por exemplo, muitas pessoas têm alergia aos pelos do cachorro e, ainda que algumas raças não causem reações (como o Maltês e o Poodle), algumas pessoas não desejam cães destas raças por algum motivo específico, como o temperamento ou tamanho.

Neste ínterim, surge a demanda para cães de aparência, tamanho e temperamento determinados, sem sacrificar qualquer outra característica. O Cockapoo surgiu para atender a uma demanda já bastante antiga: um cão com pelagem hipoalergênica pequeno, acessível, de baixa manutenção e com aparência igual ao resultado que surgiu. Olhando as fotos do Cockapoo percebe-se claramente o focinho do Cocker, com pelagem ondulada originária da mistura dos pelos cacheados do Poodle com os lisos do Spaniel.

Ainda que não seja considerado oficialmente como um cão hipoalergênico, a tentativa foi bastante válida. A popularidade dos cães desta raça nos Estados Unidos é massiva, e o mix de Poodle com Cocker tornou-se um dos dogs, na língua local, mais procurados para compra. Dados recentes mostram que superou ambas as raças em números totais. O que é interessante neste dado é que a raça não é reconhecida oficialmente pelo AKC (American Kennel Club) por ser um Designer Dog. Curiosamente, independente do reconhecimento, estes cães encontraram um lugar considerável nas casas dos Norte Americanos.

Temperamento

Cães cuja criação é planejada para utilizar os pontos positivos de ambos os progenitores não têm um padrão tão claro quanto o de raças puras. Dessa forma, é um erro comum assumir que todos os Cockapoos herdarão os mesmos traços do Cocker e do Poodle. Todo cão é único em seu comportamento, mas quando duas raças muito diferentes são cruzadas, qualquer resultado pode ser esperado. Uma quantidade indeterminada de traços pode ser herdada de qualquer uma das raças, e a mistura pode não ser muito agradável. Pelo lado positivo, é muito mais provável que o temperamento de um Cockapoo seja perfeitamente equilibrado, principalmente quando sua criação e treinamento são adequados. Além disso, assim como há uma pequena chance da herança dos traços comportamentais negativos, a mesma chance existe para que sejam passados todos os positivos.

Cockapoo 2

É possível, entretanto, realizar uma média da maioria dos Cockapoos, de modo a obter dados que apontem para a maior probabilidade. Assim como ambas as raças originárias, o Cockapoo usualmente adapta-se bem com espaços pequenos, como apartamentos, por exemplo. Outro traço herdado é proveniente dos antepassados caçadores das duas raças. Dessa forma, assim como a maioria dos cães de caça, os Cockapoos geralmente são muito afetuosos com as pessoas da família, protetores das crianças e perfeitamente obedientes ao membro que considerar seu “líder de matilha”.

Nem tudo são rosas, entretanto, considerando a genética dos cães progenitores. Tanto o Poodle quanto o Cocker são bastante propensos a latir bastante, traço comumente herdado pelo Cockapoo. Outro traço negativo destes cães é a dependência dos humanos. Dificilmente encontram-se exemplares que suportem bem a solidão, ficando estressados caso fiquem sozinhos regularmente. É importante frisar que tal característica pode ser drasticamente reduzida com treinamento e criação adequados.

Cuidados

Um dos cuidados mais importantes a ser tomado antes da aquisição de um Cockapoo, ou de qualquer cão projetado (Labradoodle, Puggle, etc.) provém de seus antepassados. Como qualquer raça, muitas doenças que podem acometer o cão são de origem hereditária. Dessa forma, na aquisição de um filhote, é importante verificar a idoneidade do canil, e com o Cockapoo não é diferente. O problema surge quando há duas linhagens a serem verificadas, pois tanto os problemas hereditários que acometem os Poodles quanto os comuns ao Cocker podem surgir no Cockapoo. A cruza de raças produz indivíduos muito saudáveis, tanto que a maioria dos cães sem raça definida (os famosos vira-lata) são notoriamente resistentes a maioria das doenças. Entretanto, quando a mesma mistura segue por várias gerações, o mesmo fator que gerou a resistência pode causar maior fragilidade, especialmente na cruza de dois Cockapoos.

Cockapoo 3

Seu temperamento pode ser um tanto inadequado para ambientes com muitos barulhos externos e circulação de pessoas, como apartamentos e casas em ruas movimentadas. Isto ocorre porque tanto o Cocker quanto o Poodle são bastante propensos a “soar o alarme” ao sinal de perigo, que pode ser uma porta batendo ou o som de um carro. O Cockapoo pode facilmente herdar este traço, sendo necessário treinamento.

Felizmente, os cães desta raça são altamente inteligentes em sua maioria. Desta forma, aprendem rapidamente o que devem ou não fazer, tornando o problema dos latidos facilmente manejável. É importante notar, entretanto, que este aprendizado rápido também serve para ações indesejáveis, como pegar alimentos em cima da mesa, por exemplo. O treinamento, neste caso, deve ser voltado para desencorajar tais ações.

Saúde

A grande maioria dos cães desta raça são bastante saudáveis. Por ser uma raça relativamente jovem e nunca ter passado por períodos de escassez, os criadores não tiveram que recorrer à cruza de cães da mesma linhagem (o que produziria indivíduos frágeis) para sua propagação. Desta forma, a maioria dos Cockapoos têm uma saúde de ferro, herdando poucos dos problemas de saúde do Cocker ou do Poodle.

Cockapoo 4

Algumas das patologias que acometem o Cockapoo, entretanto, podem causar alguns problemas. Tanto o Cocker quanto o Poodle são suscetíveis a desenvolverem Atrofia Progressiva da Retina, bem como Displasia de Quadril. As orelhas grandes e peludas podem ser fonte de problemas, requerendo atenção e limpeza para que se evite infecções e fungos.

Felizmente, todos os problemas de saúde que têm alguma probabilidade de acometer o Cockapoo são facilmente detectáveis. Mudanças bruscas de comportamento, como alimentação irregular e movimentação fora do normal são esperadas. Ao sinal de tais mudanças, é importante consultar um veterinário. No mais, a longevidade do Cockapoo, se tiver este traço herdado do Cocker, leva os cães desta raça a viverem além dos 20 anos de idade com alguma sorte.

Como cuidar

Ao considerar a aquisição de um Cockapoo, é importante organizar bastante tempo na agenda para passar tempo com ele. Os cães desta raça geralmente precisam de muito tempo junto da família para que sejam felizes, ficando estressados e até mesmo adoecendo quando passam períodos de tempo longe dela (ainda que somente algumas tardes por semana). Nestes períodos onde se está junto, aproveitar para verificar e limpar o canal auricular é sempre uma boa ideia, pois evita possíveis infecções nas grandes orelhas de Cocker.

Para que os latidos não sejam um problema, é importante desde cedo acostumar o cão com os diferentes barulhos da casa. Cães criados em um lugar e movidos para outro mais barulhento depois de adulto provavelmente ficarão estressados, sendo interessante acostumá-los desde cedo com o ambiente. Além disso, reforços positivos e carinhos são ótimos para orientá-lo em relação ao que é um perigo e o que é normal, de modo que não acuse perigo ao ouvir barulhos normais.

Alimentação

Caso o Cockapoo em questão herde a pele do Cocker, é possível que seja necessária ração específica para cães com pele sensível, de modo a evitar patologias como a Sarna ou Infecções do Ouvido. Caso não haja tal problema, uma ração de qualidade, servida segundo orientação do veterinário é suficiente.

Preço

Infelizmente, a raça ainda não é muito popular no Brasil. Um canil de Cockapoo, se encontrado, é algo bastante raro de se ver. Para comprar um Cockapoo, seja ele preto ou branco, bem como bege ou malhado no exterior, os valores partem de U$1300,00. Para a importação recomenda-se uma agência especializada, pois a burocracia é relativamente complexa e demorada.

A raça Cockapoo está na categoria Cachorros Pequenos