Basset Fulvo da Bretanha

Cachorro Basset Fulvo da Bretanha

Origem e história

O Basset Fulvo da Bretanha é uma raça originária da França que se assemelha e muito ao cachorro Ruivo da Bretanha, uma das raças mais antigas daquela região. A principal diferença é que o Basset Fulvo da Bretanha é um cachorro de menor estatura, afinal, tem a influência da raça Basset em sua composição física. A palavra “Bretanha”, apesar de lembrar a Inglaterra, tem a ver com a região de mesmo nome na França. A palavra “fulvo”, presente no nome do animal, remete à sua cor ruiva, meio avermelhada, predominante neste cão.

O cão da raça Basset Fulvo da Bretanha era dividido entre Bassets e Grifos. Até os anos 1980, havia ainda uma terceira, denominada Briquets, que desapareceu por completo nessa junção de espécimes que geraram o Basset Fulvo da Bretanha. A diferença primordial entre Bassets e Grifos é com relação ao tamanho dos membros, que são mais curtos nos cães da raça Basset. O curioso é que essa característica foi considerada por muito tempo uma doença, isto é, o fato de o animal ter pernas mais curtas era chamado e “bassetismo”. Levou muito tempo até que os criadores de cães entendessem que essa característica é ideal para terrenos acidentados.

O Basset Fulvo da Bretanha foi reconhecido perante à comunidade especialista graças à Marcel Pambrun, da Sociedade Canina da Bretanha. Pambrun se esforçou para produzir um espécime de alta qualidade para que pudesse ser aceito nos Kennels Clubs. Após um intenso trabalho, Pambrun conseguiu que o Basset Fulvo da Bretanha recebesse dois prêmios de caça ao coelho na França e também uma premiação como o melhor cão de caça em Verona, na Itália, em 1980.

No começo dos experimentos, começou-se a produzir exemplares de Basset Leonardo para a caça armada e montada em áreas de difícil acesso da Bretanha. No entanto, por conta de uma redução drástica no número de animais pequenos, em geral os caçados pelos Bassets, o Basset Fulvo da Bretanha passou a ser utilizado cada vez mais em caças de animais maiores. Assim, acabou-se criando uma diferenciação inter-racial entre essas duas raças.

O mesmo ocorreu com o cruzamento de Bassets Leonardos com Bassets Grifos, que acabaram gerando outra raça, não podendo ser confundida com o Basset Fulvo da Bretanha, pois este tem características mais específicas como cabeça maior e corpo mais encurvado. Além disso, os membros dianteiros do Basset Fulvo da Bretanha são meio torcidos, além dele possuir um peito circular e um ombro largo e reto.

Temperamento

O Basset Fulvo da Bretanha possui um temperamento muito calmo e carinhoso com seus donos. No entanto, é preciso cuidado, pois, como se trata de um animal de caça, seus instintos são bem apurados e alguns especialistas creem que o Basset Fulvo da Bretanha possua tendências à agressividade. Meio difícil, ao olhar para a carinha desse bichinho, né? Mas é preciso ficar atento. Para minimizar qualquer problema desse tipo, um bom treinamento e socialização desde cedo devem dar um jeito.

Ao contrário de outros cães do tipo Basset, o Basset Fulvo da Bretanha não tem personalidade teimosa nem comportamento birrento. O Basset Fulvo da Bretanha costuma aceitar normalmente as ordens vindas de seu proprietário, o que facilita o adestramento e o convívio com o animalzinho. Outro ponto positivo para o cachorro, até na hora do treinamento, é que o Basset Fulvo da Bretanha mantém o foco nas atividades que está executando na maioria do tempo.

Se você quer ter um Basset Fulvo da Bretanha em casa, é preciso levar em conta a possibilidade de também ter outros cachorros. Isso porque o Basset Fulvo da Bretanha gosta do convívio com outros bichinhos de estimação e sente falta quando isso não é possível. Essa característica remete aos seus antepassados que andavam em bando de três a quatro animais em busca da presa. Se você já tem outros animais, a tendência é que haja uma convivência bastante positiva com o Basset Fulvo da Bretanha.

Cuidados

O Basset Fulvo da Bretanha é uma ótima opção para quem quer um cachorro e reside em um apartamento. Fácil de se adaptar, o Basset Fulvo da Bretanha pode conviver tranquilamente em um apartamento ou em uma casa pequena. No entanto, é fundamental que o dono o leve para passear todos os dias ao menos uma vez, para que ele se sinta amado e possa gastar suas energias, brincar e se exercitar.

Bastante obediente e inteligente, o Basset Fulvo da Bretanha deve receber um simples treinamento desde pequeno, apenas para que possa atender aos comandos básicos do dono e conviver em harmonia com outros animais e com as crianças. Com o adestramento e a socialização corretas, o Basset Fulvo da Bretanha será um excelente companheiro da família.

Saúde

O grande problema de saúde que pode acometer o Basset Fulvo da Bretanha é o mesmo que aflige aos Bassets em geral: a obesidade. Trata-se de uma tendência genética que costuma afetar todos os animais desta raça, logo, é importante ficar atento ao peso do animal e levá-lo ao veterinário sempre que possível, para que o especialista possa controlar o peso, dizer se é necessário diminuir a comida, aumentar os exercícios etc.

No entanto, vale salientar que o Basset Fulvo da Bretanha já possui uma estrutura óssea que faz com que o tronco deixe o cão mais corpulento e arredondado, o que não indica obrigatoriamente que o bichinho esteja muito gordo.

O Basset Fulvo da Bretanha pode desenvolver também problemas cardíacos e nos rins, por isso, é fundamental, além de visitar o veterinário, consultar o criador para saber se há algum tipo de problema congênito nos antepassados de seu exemplar, para saber se é preciso se precaver quanto a algum problema futuro. A expectativa de vida média deste animal é de 10 a 12 anos.

Como cuidar

O Basset Fulvo da Bretanha é um cachorro que não necessita de grandes cuidados. Com relação à pelagem, o ideal é escová-lo uma vez por semana para retirar os pelos mortos e deixar sua aparência mais bonita. Além disso, é importante ficar atento ao peso do Basset Fulvo da Bretanha desde filhote, para que o animal não extrapole e acabe obrigando o seu dono a colocá-lo em um tratamento para reduzir o peso.

Alimentação

O Basset Fulvo da Bretanha precisa ter uma alimentação balanceada, justamente por conta do risco de ele desenvolver a obesidade ao longo de sua vida. O filhote de Basset Fulvo da Bretanha deve receber uma ração com nutrientes especiais que possam suprir a falta do leite materno. Já na maturidade, o Basset Fulvo da Bretanha deve receber a quantidade média indicada nas embalagens de ração. Outra dica é consultar o veterinário, que poderá apontar a quantidade ideal para o seu cachorro.

Preço

Embora o Basset seja uma raça fácil de ser adquirida, encontrar o Basset Fulvo da Bretanha no Brasil não é das tarefas mais fáceis, já que o animal provém da Europa e há poucos criadores que investiram nessa raça fora daquela localidade. No entanto, é possível consultar por Basset Fulvo da Bretanha em canil ou criadores de Bassets, pois se tratam de pessoas informadas a respeito do animal e que poderão indicar algum atalho. Para se ter uma ideia, o Basset Fulvo da Bretanha tem preço médio no exterior que varia de 600 a 800 dólares, ou de R$ 2 mil a R$ 3 mil.

A raça Basset Fulvo da Bretanha está na categoria Cachorros Pequenos