Maltês

Cachorro Maltês

Origem e história

O Cão Maltês é uma raça de pequeno porte, também conhecida como Bichon Maltês, que teve sua origem na ilha de Malta, mais especificamente num arquipélago ao sul da Sicília no Mediterrâneo, por volta de 300 anos a.c.  

Os ancestrais da raça eram utilizados na caça de camundongos e ratos nos navios e armazéns das cidades marítimas, mas os próprios malteses foram desenvolvidos para serem cães de companhia da realeza.

Maltês1

Os exemplares da raça de cachorros Maltês foram levados da ilha por marinheiros que os distribuíram por toda a Europa e Ásia, o que não demorou muito para que se tornassem os “queridinhos” da alta sociedade Inglesa, devido à sua doce e singela aparência de eternos filhotinhos. Tendo sido bastante popularizados pela Rainha Maria Stuart da Escócia, passando a serem considerados “cães de colo”, além de muito referidos em pinturas e obras de escrita. Existe, inclusive, uma obra de arte referente à raça Maltês chamada “O cão leão de malta”, sendo esta a raça de cães toys mais antiga de que se tem ciência, tendo sido reconhecida pelo Kennel Club em 1888.

O aspecto contemporâneo do Cachorro Maltês deve-se, quase que em sua totalidade, aos criadores Ingleses que foram exímios em preservar a linhagem, sendo esta portanto, uma das raças mais puras. Em terra brasileiras, a raça Maltês cachorro, só adentrou nosso território no ano de 2000, ganhando bastante popularidade, principalmente entre as celebridades.

Características: Brancura impecável de extrema elegância

Pequeninos cães imponentes, de pelagem lisa, exclusivamente branca, macia, brilhante, sedosa e alongada pelo corpo. Analisando algumas fotos de cachorro Maltês é possível ver que seu pelo, desde que bem cuidado, é muito semelhante a um manto cobrindo todo seu corpo. As fêmeas Maltês medem entre 20 e 23 cm e os machos entre 21 e 25 cm, ambos com peso em torno de 3 a 4 kg. Além disso, possuem expectativa de vida de 12 a 15 anos.

Existe ainda o chamado Poodle Maltês, um cão híbrido desenvolvido a partir do cruzamento das duas raças. Muito embora não oficialmente reconhecida como raça individual, muitos exemplares são vendidos nos dias de hoje.

Maltês

Cumpre salientar também que, ao contrário do que muitos pensam, o termo “Maltês Toy” não significa um cão de estatura menor do que o Maltês padrão. O termo Toy se traduz apenas no grupo de cães pequenos do qual o Maltês faz parte. Da mesma forma, não existe “Maltês micro” ou “mini”, conforme muitos leigos afirmam, pois a Confederação Brasileira de Cinofilia, seguindo os desígnios da FCI, reconhece o padrão da Raça Maltês como sendo de tamanho único, inclusive definido por peso.

De uma maneira geral, o Maltês é um cão de personalidade alegre, ativa e com certa energia. Também é muito dócil, sociável, afetuoso, gentil e razoavelmente inteligente, ocupando inclusive a 59ª posição no ranking de inteligência canina. Estes cães são capazes de obedecer, tendo assim uma resposta positiva, mas desde que sejam adestrados com a participação do próprio dono. Aliás, eles adoram ficar próximos ao dono, mas adaptando-se bem à rotina de toda a família.

Uma das características mais encantadoras do cachorro da raça Maltês, é a de que, apesar da idade que porventura apresentem, são considerados “eternos filhotes”, seja pelo porte de tamanho reduzido, seja pela personalidade meiga e brincalhona que permanecem por toda a vida do animal que, mesmo sendo um adulto, é confundido facilmente com um filhote!

Temperamento

Os Cachorros da Raça Maltês são amigos muito leais e devotados a seu dono. São bastante sociáveis, amorosos e simpáticos, embora um pouco desconfiados em relação a estranhos, mas ainda assim mantêm-se educados na presença de desconhecidos. No convívio com outros cães e demais animais, são exemplares, pois adoram companhia e atenção, além disso, contrastando com sua aparência diminuta e frágil, o Maltês é um cachorrinho muito destemido, de forma que, não é qualquer “joão grandão” que o intimidará!

Maltês3

Essa raça necessita de grande interação com o ser humano ao longo de toda sua vida. O Maltês filhote é alegre, vivaz e adora brincadeiras em família. Já o Maltês adulto tem prazer em passeios com seu dono, além de adorar ficar no colo ou passar horas deitado ao lado dele. Em todas as fases é fácil perceber a necessidade que essa raça tem de proximidade com o ser humano.

O canino Maltês é um tanto quanto preguiçoso, de modo que, para assimilar certos comandos é necessário, além de habilidade no treinamento, uma boa dose de paciência. Por isso, adestrá-lo é tarefa realmente para “brasileiros” que não desistem nunca!

Vantagens em ter esse pupilo angelical ao seu lado

O critério estético é, sem dúvida, predominante na escolha desta raça, já que sua beleza e exuberância são inegáveis. Dotados de uma vasta e longa cabeleira, de posse de um Maltês, você certamente poderá ousar no visual, abusando de laços, fitas, penteados e até variar estilos com tipos de tosas bem diversificados. Definitivamente, com esse cãozinho ao seu lado, certamente você nunca mais passará despercebido!

Além disso, são caninos limpos por natureza, que normalmente exalam poucos odores, tendo como grande diferencial o fato de serem altamente hipoalergênicos já que, diferentemente dos outros cães, não trocam o pelo, sendo ideais para pessoas que possuem algum tipo de alergia.

Maltês2

Cachorros Maltês também se adaptam muito bem a apartamentos, pois que são de pequeno porte, não são do tipo destruidores, além de não exigirem grande nível de atividade física. Para quem precisa de uma companhia, que inclusive  durma com você, eis aí uma excelente opção! Os Maltêses amam ficar enroscadinhos em seu dono! E ainda são ótimos para dar sinal ao menor ruído estranho, pois são muito alertas.

Desvantagens na aquisição do Bichon Maltês

Apesar de ser uma raça indicada para viver em apartamento, se ficarem entediados por falta de um mínimo de atividades, podem começar a latir e uivar e, acredite: eles não conhecem a lei do silêncio após às 10:00 da noite!

Este companheiro fofinho não suporta ficar muito tempo sozinho, então se você precisa se ausentar com frequência ou por longas horas, deixando-o totalmente sozinho, ele se tornará um animal extremamente desmotivado e infeliz.

Já vimos que a inteligência não é o traço mais marcante do cão Maltês. Devido a uma capacidade mediana de aprendizado, trata-se de uma raça difícil de ser adestrada. Então se você espera um Maltês que aprenda tudo rapidamente e ainda faça 1001 truques, desista! Ele só quer amar!

Ocorre também que, se não é do seu agrado ter animais dentro de casa, esta raça também não lhe servirá, pois tanto o Maltês Filhote, quanto o Maltês Adulto, necessitam ficar dentro de casa no aconchego da família, até mesmo porque são muito pouco tolerantes tanto ao calor quanto ao frio. Dificilmente estes cães se adaptam em quintais, sendo evidente que não são os mais indicados para proteção da casa, a não ser no tocante a ratos e pequenos insetos, no interior dela! 

Ter um cachorro Maltês também requer uma série de cuidados com seu pelo, para que não perca sua notável beleza.

Etapas de Crescimento do pimpolho brincalhão

Uma cadela Maltês dá à luz uma média de 1 a 3 filhotes por ninhada, sendo que estes filhotes de Maltês já nascem mais pesados, ou seja, com peso já semelhante ao que terão quando adultos. Por volta dos 3 meses, o filhote já atinge 50% de seu peso, sendo que um Maltês adulto alcança a pesagem ideal por volta dos 8 a 10 meses de idade, mostrando assim quão célere é o desenvolvimento dessa raça no tocante ao ganho de massa e justificando, ao mesmo tempo, o porquê da lentidão na sua taxa de crescimento.

A maturidade reprodutiva das fêmeas é evidenciada através do 1º cio, que ocorre entre 6 e 12 meses de idade, ou em alguns casos até antes, já que raças pequenas amadurecem mais rapidamente do que as de maior porte.

Maltês4

Os machos, por sua vez, entram na puberdade por volta de 7 a 10 meses. De qualquer forma, o acasalamento é mais indicado a partir do 3º cio da cadela, quando seu sistema reprodutor está completamente apto a receber a gestação, que por vezes, assim como o parto, é bem mais dificultoso devido ao pequeno porte da raça.

Alimentação e cuidados 

Quanto à alimentação, esses caninos têm tendência a ficarem acima do peso, pois além de serem preguiçosos, não há que se negar que, por seu tamanho, suas necessidades nutricionais sejam diferentes, então é preciso estar de olho na alimentação deles, até porque costumam ter um paladar refinado e exigente, além de estimulá-los ao mínimo de atividade física diária. Importante salientar também que o não controle da alimentação do cão e o consequente excesso de peso podem acarretar desvio de patela prejudicando a postura do animal.

O Maltês adora a convivência com seres humanos e demais animais, desta forma tende a se tornar um tanto dependente. Sendo assim, é indicado incentivá-lo a brincar também sozinho, principalmente se seu dono precisa trabalhar fora.

No que diz respeito à saúde, o ouvido, bem como a pele do Maltês são demasiadamente sensíveis, devendo-se ter muito cuidado com os banhos e, posteriormente, com a secagem deles, a fim de evitar otite no canal auditivo e eliminar riscos de dermatites diversas na pele. Ainda em relação ao banho, é preciso muito cuidado para não resfriar o animal na hora da secagem do pelo, devido às altas temperaturas do secador. Além disso, o ar quente tende a ressecar o pelo do animal deixando-o opaco e quebradiço. A escovação diária também é recomendada, para que se evite a formação de nós e grumos.

Preço

Se você pensa em adquirir um cãozinho desses, busque informar-se sobre a existência de algum Canil Maltês de boa referência em sua região, para então fazer a aquisição de seu cão, assim, você estará garantindo a procedência do animal. Anúncios do tipo “Maltês venda” ou “Maltês compra”, geralmente veiculados em jornais e demais meios de comunicação, não trazem a garantia do pedigree e da pureza do exemplar, até porque o Preço do Maltês de procedência não é um dos mais acessíveis, variando em torno de R$ 3.000,00 a R$ 5.000,00 a depender do canil.

A raça Maltês está na categoria Cachorros Pequenos