Husky Siberiano

Cachorro Husky Siberiano

Origem e história

O Husky Siberiano, como o seu próprio nome já diz, é uma raça de cães que tem origem na Sibéria, na Rússia – mais especificamente na península de Tchukchos, localizada a leste dos Montes Urais. Eles foram desenvolvidos por um povoado da região, os chamados Chukchi, para puxar os trenós – meio de transporte do local, em condições de frio extremo. O Husky Siberiano faz parte da família Spitz e passou a ser mais conhecido no restante do mundo próximo do final da década de 1880, quando começaram as migrações da Sibéria para o Alasca.

Husky Siberiano

Outro motivo que foi responsável pela popularização do Husky Siberiano pelo mundo foi o fato de o povo Chukchi usar uma equipe de cachorros Husky Siberiano para competir em uma corrida de trenós – a prática era conhecida como uma das principais atividades voltadas ao entretenimento do povo na época. Inicialmente, os cães não chamaram muita atenção em virtude do seu porte médio – menor se comparado com as outras raças participantes, e pelo seu comportamento dócil. Entretanto, alguns anos mais tarde, um criador local decidiu por adotar 70 Husky Siberianos e os treinou e os condicionou para participarem da corrida. Em 1910, os três times de Husky Siberiano desse criador ganharam a competição, ocupando as colocações de primeiro, segundo e quarto lugares.

Anos mais tarde, em 1925, um grupo de cães da raça Husky Siberiano ficou mundialmente conhecido após realizar o salvamento de uma população que estava isolada em uma área que tornou-se de difícil acesso em virtude de uma forte tempestade de neve, no Alaska. Os cachorros percorreram mais de 1000 quilômetros, durante cinco dias, e foram responsáveis por levar os trenós com medicamentos para o povoado. O fato é comemorado até hoje pelos moradores da região com a corrida “Iditarod Trail”, que percorre o mesmo trajeto que o percorrido pelos Huskyes na época.

Temperamento

O Husky Siberiano é mundialmente conhecido como um cão amigável e brincalhão. Além disso, é um excelente mascote para a família, visto que nas suas origens, era criado em uma atmosfera bastante familiar, composta basicamente por mulheres e crianças. Logo, o Husky Siberiano é um cachorro leal às pessoas da família, mas, também, amigável com todas que vierem a conviver com ele. Portanto, ele não gosta de ficar sozinho e precisa de companhia na maior parte do seu tempo.

Husky Siberiano3

Considerando a sua docilidade com todos e ainda o fato de ter sido criado por povos nômades, o Husky Siberiano, apesar do seu tamanho, não pode ser considerado um guardião para proteger a casa de estranhos. Ele não tem senso de propriedade territorial, o que lhe garante o atributo de cão “fujão”, e raramente dá latidos ameaçadores às pessoas, preferindo brincar com elas.

Outra característica do temperamento do Husky Siberiano é o instinto de trabalho. O cachorro precisa usar suas energias em diferentes atividades, já que atualmente os donos não irão usá-lo para a caça ou para correr em trenós. Quando não fazem exercícios, eles se entendiam com facilidade e, com isso, buscam formas próprias de se divertir, o que poderá causar alguns problemas grandes com móveis, sapatos, plantas e outros objetos que o Husky Siberiano encontrar pelo seu caminho.

Husky Siberiano características físicas

Com o nome de origem Siberian Husky, esses cães são considerados uma raça de porte médio e apresentam um corpo forte, elegante e que ressalta a sua pelagem vasta e sedosa. As cores dos seus olhos podem variar entre castanho, verde, azul e amarelo. A pelagem tem variedade de cores e padrões, mas o Husky Siberiano branco é o mais comum. A expectativa de vida de um Husky Siberiano é de 15 anos.

Cuidados

O Husky Siberiano é um cão ativo, que foi criado para percorrer grandes distâncias sem se cansar. Com isso, o maior cuidado necessário ao criar um cachorro dessa raça é dar a ele um espaço amplo em que ele consiga correr e brincar com segurança e sem destruir os móveis e objetos da casa. O Husky Siberiano necessita de cargas amplas de exercícios diariamente para gastar toda a energia que tem. Além disso, por ser um cão que gosta de companhia e de brincadeiras e afagos com a família, ele precisa de carinho e atenção, pois, caso contrário, poderá vir a desenvolver uma depressão.

Husky Siberiano4

Outros cuidados importantes estão relacionados com a higiene dos cães. Os banhos podem ser dados com um intervalo de 15 dias e a sua camada dupla de pelos tem que ser escovada pelo menos uma vez por semana. Com isso, é possível evitar o acumulo de sujeiras, que podem vir a facilitar o surgimento de dermatites na pele do Husky. Já no período que acontece a troca dos pelos, a escovação deve ser diária.

A alimentação do Husky Siberiano é outro cuidado importante. A ração deve ser de qualidade, para ajudar a evitar possíveis problemas articulares e de obesidade. O peso do macho varia entre 20 e 28kg, enquanto que o da fêmea pode ir de 15kg a 23kg. A diferença de peso está relacionada com a altura dos dois que também varia. O macho pode ter de 54 a 60cm, já a altura da fêmea varia entre 51 e 56 cm.

Saúde

O Husky Siberiano é uma raça de cachorro bastante saudável, que apresenta poucos problemas clínicos. No entanto, existem algumas doenças relacionadas à visão que são diagnosticadas com maior frequência na raça, como catarata, glaucoma e atrofia progressiva da retina e conjuntivite – que afeta especialmente os cães que tem olhos claros.

Um mal bastante comum que afeta o Husky, assim como outros cães de raças nórdicas, é a dermatose responsiva ao zinco. Ela consiste numa deficiência dietética ou em um distúrbio hereditário de absorção de zinco. Os sintomas iniciais são crostas grossas ou escamosas na pele e queda dos pelos ao redor dos olhos e do focinho dos cães, e o seu tratamento consiste na suplementação de zinco.

O importante, para manter o cão saudável, é consultar um médico veterinário de confiança regularmente para consultas de rotinas, vacinação, vermifugação e antes de iniciar qualquer tipo de tratamento. Além disso, é importante estar atento ao peso do animal, que precisa ser controlado, especialmente quando ele estiver mais velho – época em que torna-se menos ativo e mais propenso ao ganho de peso.

Como cuidar

Para cuidar de um Husky Siberiano, é preciso ter um pouco de tempo livre e bastante dedicação, já que os cães dessa raça têm energia de sobra e precisam canalizar toda essa vitalidade em atividades e passeios todos os dias. Caso contrário, o Husky usa o que encontrar pelo seu caminho para se entreterem e isso inclui móveis, sapatos e plantas dos jardins.

Husky Siberiano2

Os donos precisam garantir que os cachorros tenham um espaço grande o suficiente para correr e brincar. O local ideal para ter cães da raça Husky Siberiano são casas, com grandes quintais. Apartamentos e casas pequenas não são recomendados em virtude da sua disposição e energia, pois a falta de espaço pode deixar eles estressados e depressivos.

Filhotes de Husky Siberiano: como cuidar

Assim que adquirido, o Husky Siberiano filhote deve ser cuidadosamente socializado com outros cães, assim como com outros animais que residam no mesmo ambiente e com as pessoas. Ao chegar na nova casa pela primeira vez, o dono deve permitir que ele conheça todo o ambiente com calma, deixando ele tranquilo e evitando chama-lo ou carrega-lo pelo local.

Husky Siberiano5

Os primeiros cuidados correspondem ao de qualquer raça canina, como vacinas, vermífugo e alimentação balanceada com rações de qualidade. As visitas ao veterinário são recomendadas regularmente e sempre que observada alguma anormalidade no comportamento, como indisposições, visto que Huskys são cães bastante ativos.

Alimentação

O Husky Siberiano pode e deve ser alimentado apenas com rações de qualidade e ricas nos nutrientes que são essenciais para o seu desenvolvimento e fortalecimento. O importante é ficar atento à quantidade de ração ingerida, pois, em virtude do seu porte e da sua energia, alguns donos acabam dando ração demais. Isso pode vir a engordar o cachorro e, posteriormente, desenvolver problemas relacionados ao excesso de peso.

Preço

Husky Siberiano preço filhote

O preço médio de um filhote de Husky Siberiano varia entre R$ 1.200,00 e R$ 3.000,00.

Cachorro Husky Siberiano preço: variações

O preço do Husky Siberiado pode variar em virtude da qualidade dos seus pais, avós e bisavós – se eles são premiados em concursos nacionais ou internacionais pode valorizar e encarecer mais os filhotes. Mas, essas premiações também garantem uma boa genética.

Husky Siberiano canil

Há vários canis no Brasil que são voltados exclusivamente para a criação de cães da raça Husky Siberiano, mas a maioria deles cria raças variadas. Há canis localizados em vários estados brasileiros, mas a maior parte dos que são especializados na raça estão nos estados de São Paulo e no Rio Grande do Sul – em virtude da sua temperatura mais amena, se comparado com o restante do País. Ao fazer uma rápida pesquisa na Internet com as palavras “Husky Siberiano”, “canil” e a cidade onde mora já é possível encontrar o mais perto.

Husky Siberiano doação

A doação de cães da raça Husky Siberiano é bastante incomum, visto que o custo para a sua criação é alto. No entanto, pode vir a acontecer de alguns donos precisarem doar os cães por causa de uma mudança para um apartamento ou casas menores, ou também por algum motivo pessoal. Como os cães precisam de bastante espaço, acabam optando por doar seus cães. Portanto, caso a ideia seja adotar um, a dica é buscar por sites que façam doação de animais e também em grupos nas redes sociais que divulgam animais que estejam para adoção.

A raça Husky Siberiano está na categoria Cachorros Grandes