Cão de Presa Maiorquino

Cachorro Cão de Presa Maiorquino

Origem e história

O Cão de Presa Maiorquino, também conhecido como cão de bou (que significa, em catalão, “cão boiadeiro”), é um Molosso originário da Espanha, mais especificamente, das Ilhas Baleares e Majorca. É conhecido por ser um cão tranquilo, leal, valente e excelente protetor.

A palavra Molosso significa a categoria de cães que possuem um forte porte físico, de tamanho grande a gigante, e que possuem traços físicos semelhantes ou parentesco em comum com o cão extinto outrora conhecido como Molossus. A palavra é derivada de Molóssia, local da Grécia Ocidental, onde os cães de guarda de rebanhos eram conhecidos como Molossus.

A raça cão de presa maiorquino foi bastante usada para apartar o gado, bem como outros animais mais pesados, por sua força extraordinária. Foi originada através do cruzamento entre espécies das Ilhas Baleares com outras raças, dentre elas os Alanos e Presas espanhóis, trazidos durante a invasão Espanhola ocorrida entre 1229 e 1231. Por serem robustos e pesados, além de bons animais de defesa e guarda de embarcações, foram muito utilizados como mercadoria de troca entre os portos do Oriente e Ocidente.

Cão de Presa Maiorquino saúde

Anteriormente, foi muito utilizado como cão de gado; porém, devido ao seu aspecto forte, começou a ser utilizado como cão de luta, disputando brigas entre touros e cães. Com o tempo, a raça foi desaparecendo até ser quase completamente extinta após a Segunda Guerra Mundial. Aproximadamente a partir de 1980, a raça começou a se recuperar, e os poucos sobreviventes começaram a cruzar com cães da raça Bulldog Inglês, Ca de Bestiar e Alano Inglês.

Na Espanha, é chamado Perro de Presa Mallorquín. Até hoje em dia permanece uma raça rara, estimando-se que existam cerca de apenas 400 exemplares no mundo todo.                                    

Temperamento

Cão de Presa Maiorquino Personalidade

O cão de presa maiorquino é habitualmente relaxado e bem calmo. Mostra-se bastante seguro de si mesmo e está sempre alerta, por ser um excelente cão de guarda. É determinado e corajoso, do tipo que intimida estranhos apenas com um olhar intenso e penetrante. Destaca-se por sua coragem e ousadia, demonstrando não ter medo das coisas, sendo um cão muito independente.

É facilmente adaptável a climas quentes, motivo pelo qual alguns cães da raça foram levados para a América do Sul, onde são usados para guardar propriedades privadas, como fazendas e sítios.

Também é um excelente cão de guarda de casa, mostrando-se sempre bem alerta com tudo o que acontece ao seu redor. Possui o hábito de escolher apenas um dono, ainda que pertença a uma família grande, sendo, por toda a vida, leal, fiel, amigo e companheiro do tutor escolhido.

Cão de Presa Maiorquino

Por serem muito reservados e desconfiados com pessoas estranhas, seu tutor deve prestar bastante atenção a visitantes de seu local de moradia. Apesar desta característica, o cão de presa maiorquino é muito dócil, inteligente e extremamente carinhoso. 

Cão de Presa Maiorquino Filhote

O filhote de cão de presa maiorquino necessita de um tutor firme, capaz de se impor como líder da matilha, pois um treino consistente se mostra como essencial para que este se desenvolva como um cão equilibrado.

É preciso ser socializado desde filhote, para que cresça sem muitos problemas de relacionamento com outros animais. A desconfiança com estranhos sempre estará presente, contudo, caso se acostume e entenda que é comum se encontrar com desconhecidos, a tendência defensiva é suavizada.

Apesar de atingir um tamanho grande, o cão de presa maiorquino pode se adaptar à vida em um apartamento, desde que conte com longos passeios diariamente, desde filhote. É relativamente ativo dentro de casa, motivo pelo qual é importante o gasto diário de energia.

Cuidados

Como Cuidar

Em algumas partes do mundo, o cão de presa maiorquino é considerado potencialmente perigoso. Para evitar maiores problemas, é importante que o tutor escolha uma correia resistente para quando levar seu cãozinho para passear.

Por tratar-se de um molosso de grande porte, são recomendados check-ups com o veterinário de forma periódica, aproximadamente de seis em seis meses, visando evitar o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, problemas articulares, e até mesmo uma torção gástrica.

Cão de Presa Maiorquino temperamento

A raça precisa de espaço para correr. Os exercícios físicos devem ser realizados diariamente.

Seu pelo curto é de baixa manutenção, sendo mantido em boas condições mediante uma escovação semanal. Seus dentes, olhos e ouvidos precisam ser limpos com regularidade, para evitar a proliferação de bactérias.

Saúde

O cão de presa maiorquino não possui patologias hereditárias características. Desta forma, é um cão de baixa manutenção, que dificilmente trará preocupação ao seu tutor, tendo em vista que é muito resistente.

Por ser de grande porte, a displasia coxofemoral é uma condição que pode ser desenvolvida caso não haja exercício suficiente e excessos na alimentação. Evitar a obesidade e a preguiça do cão é essencial para que este viva os seus anos na plenitude.

Possui uma expectativa de vida um pouco baixa, chegando a até dez anos.

Cão de Presa Maiorquino Tamanho

O cão de presa maiorquino é um poderoso e forte cão de porte médio. Os machos da raça medem entre 55cm e 58cm, com o peso variando entre 35kg a 38kg; já as fêmeas, menores, medem entre 52cm e 55cm, com o peso variando entre 30kg e 34kg. Basicamente, a diferença entre os sexos é no peso, altura e tamanho da cabeça.

A cabeça do cão de bou é larga, massiva, quase quadrada. Seu nariz é largo, na cor preta, e seus olhos são também largos, ovais, e muito escuros. Possui orelhas pequenas e pescoço forte. Sua pelagem pode ser tigrada, fulvo ou preta.

Alimentação

Pensando na alimentação do cão de presa maiorquino, a quantidade de ração ideal vai variar de acordo com o peso e tamanho do exemplar. A recomendação veterinária é de que o cão seja alimentado até três vezes ao dia, com pequenas porções. A alimentação balanceada deve ser aliada a exercícios físicos regulares, para que o cão de bou siga sempre saudável.

Considerando seu tamanho, deve-se, preferencialmente, alimentar o cão de presa maiorquinho com rações Premium ou Super Premium, por possuírem melhor digestibilidade, serem muito bem absorvidas e possuírem uma composição balanceada de proteínas e nutrientes.

Preço

Cão de Presa Maiorquino Preço

Por ser uma raça considerada rara, é um pouco difícil comprar o cão de presa maiorquino. Porém, alguns sites de compra e venda anunciam filhotes da raça por preços baixos, não ultrapassando o valor de R$3.000,00 por exemplar.

Contudo, exatamente por ser difícil encontrar um exemplar da raça pura, é conveniente que se faça uma pesquisa aprofundada sobre o local de onde ele está sendo adquirido, as condições de criação, sua estrutura familiar, entre outros.

Cão de Presa Maiorquino Canil

A busca por um canil que crie a raça cão de presa maiorquino no Brasil resulta em um desapontamento para quem busca locais de confiança. Infelizmente, por se tratar de um tipo canino não muito conhecido no país, e que possui pouquíssimos exemplares no mundo, não foram localizados canis com registro de criação do exemplar.

A forma mais segura de obter uma raça pura é trazendo de algum canil que exista na própria Espanha, seu país de origem. Contudo, seja qual for o canil escolhido, é muito importante pesquisar a reputação antes da aquisição do animal, e fazer visitações, tanto para conhecer os pais do cãozinho, quanto para verificar se todos são bem tratados.

A raça Cão de Presa Maiorquino está na categoria Cachorros Grandes