Border Terrier

Cachorro Border Terrier

Origem e história

O cão Border terrier foi originado na fronteira entre a Escócia e a Inglaterra. Os agricultores da fronteira precisavam de uma raça resistente, grande o suficiente para conseguir seguir seus cavalos, mas, ao mesmo tempo, ágil o bastante para correr atrás das raposas.

O Border terrier atendia a todos estes requisitos e também possuía a pelagem dura e resistente o bastante para aguentar todas as intempéries do clima severo.

São conhecidas gravuras do Border terrier desde o século XVII, onde apareciam acompanhando homens em atividades tais como trato de animais (aves e ovelhas) e caça às raposas. Contudo, o Border terrier não era considerado um cão de caça até meados do século XIX, quando a história da raça começou a ser de fato definida por especialistas.

Border Terrier cão

Bastante popular, o cachorro da raça Border terrier já foi chamado de Reedwater terrier e de Coquetdale terrier. Seu nome atual, definido por volta de 1880, é devido à sua região de origem, na fronteira entre a Inglaterra e Escócia.

De acordo com especialistas, seus antepassados são os cães Bedlington Terrier, Dandie Dinmont Terrier, Lakeland Terrier e o Redesdale – este último já extinto atualmente.

O cão Border terrier foi reconhecido pelo American Kennel Club (um dos maiores clubes de registro genealógico de cães de raça pura do mundo) como raça oficial no ano de 1920.

Border terrier Norfolk terrier

Algumas pessoas tendem a confundir o border terrier com o Norfolk terrier, raça oriunda do Reino Unido que, por pertencer à família dos terriers, possui características similares às do Border terrier.

Um dos principais aspectos que os diferenciam é o tamanho. Enquanto o Border terrier é um pouco maior, o Norfolk tende a ser um dos menores terriers da família.

Border terrier Cairn terrier

A mesma confusão entre raças ocorre com o Border terrier e com o Cairn terrier. São muito parecidos na pelagem e no temperamento, com a diferença que o Cairn terrier é o menor cão de toda a família terrier – menor, inclusive, do que o próprio Norfolk terrier, que já é por si só um cãozinho bem pequeno.

Temperamento

Border Terrier personalidade

O Border terrier é um cão de família, adaptando-se tranquilamente à vida em um apartamento, desde que pratique exercícios de forma constante. É bastante alerta, corajoso e ativo, sendo um perfeito cão de caça para ratos e raposas.

Gosta de escavar as coisas e os lugares, e salta muito bem. Possui uma grande capacidade de aprendizagem, é muito inteligente e independente, mas não dá muito trabalho ao ser treinado.

É um cão meigo e adaptável, mais do que a maioria dos cães da família terrier. Além disso, é importante que seja devidamente socializado, evitando que se tornem tímidos perante outras pessoas e animais.

Border Terrier cachorro

Possui estatura pequena, similar ao tamanho de um pug. Apesar de seu pequeno tamanho, é um corredor incansável. Suas pernas são longas e ele pode facilmente seguir o cavalgar de um cavalo por horas a fio, o que não é tão comum em um cachorrinho pequeno.

Como é originário de um local de clima inóspito, o Border terrier é acostumado às situações climáticas mais extremas. Sua pele grossa e pelagem dura e densa protegem o Border terrier e o tornam resistente à chuva e ao tempo ruim.

Esta raça possui muitas qualidades de resistência e impetuosidade, em conjunto com uma boa dose de paciência, um pouco de teimosia e persistência em seus hábitos de caça.

Border Terrier filhote

O filhote de Border terrier é fácil de ser treinado, tornando-se ágil e bastante robusto para sua pequena estatura. É muito dedicado aos seus donos e bastante obediente, costumando ser um pouco reservado em relação a animais e pessoas desconhecidos. Porém, se acostumado desde cedo, pode desenvolver uma ótima relação com eles.

O Border terrier filhote não costuma ser muito amistoso com espécies menores de animais, especialmente por conta de seu instinto caçador. Ele pode desenvolver o hábito de procurar alguma presa e criar grandes aventuras imaginárias para persegui-las.

Como destacado anteriormente, é necessário que se realize a socialização do filhote de Border terrier com diferentes pessoas, ambientes e circunstâncias, para que no futuro seu comportamento se mantenha equilibrado e tranquilo, nas mais diversas situações.

Como Cuidar

O Border terrier não precisa de cuidados específicos, a não ser a educação e adestramento, que devem ser iniciados desde quando filhotes.

Apesar de possuir porte pequeno e se adequar muito bem vivendo em apartamentos, por sua origem ser do campo e estar diretamente ligado à caça, gosta de longas caminhadas, sendo importante que seus exercícios sejam diários.

O pelo do cão Border terrier precisa ser escovado semanalmente, devendo ser aparado apenas em torno de duas vezes por ano. Este cão solta pouco pelo, o que faz com que seja indicado para pessoas com alergia.

Border Terrier

Saúde

O cão Border terrier é saudável e bastante resistente, embora, em alguns casos, possa vir a sofrer de problemas cardíacos congênitos, além de atrofia progressiva da retina e displasia coxofemoral.

Como todo animal, é importante levá-lo ao veterinário de seis em seis meses, ou ao menos uma vez por ano, garantindo que todas as vacinas estejam em dia, bem como a vermifugação e os anti-parasitários, e, também, para realizar exames de rotina, buscando a prevenção de todos os tipos de doenças.

Sua expectativa de vida é de 12 a 15 anos.

Alimentação

A quantidade de ração necessária para a alimentação correta do cão Border terrier vai variar de acordo com o peso e com o tamanho do exemplar.

O recomendado é que sejam alimentados até duas vezes ao dia com porções pequenas de ração.

Como o Border terrier é um cão de pequeno a médio porte, uma pouca quantidade diária de ração já é capaz de deixá-lo satisfeito.

É essencial que ele seja nutrido com rações de boa qualidade, como as Premium ou Super Premium, pois são melhor absorvidas e têm uma melhor digestibilidade, com uma composição equilibrada de nutrientes e proteínas.

Preço

Border Terrier preço

É possível encontrar filhotes de Border terrier à venda em canis na sua cidade, ou até mesmo em anúncios classificados. Os preços variam entre R$ 1.500 a R$ 3.000.

Border Terrier canil

No Brasil, é possível encontrar alguns exemplares de Border terrier sendo vendidos em canis que são voltados à criação de raças terrier. Basta que seja feita uma busca em seu Estado, para encontrar o canil adequado.

Antes de efetuar a compra, pesquise sobre o canil de onde ele vem, as condições de criação, para ver se os cãezinhos estão sendo bem cuidados.

Border Terrier Brasil

O Border terrier, raça pequena de pelos duros e descabelados, uma das poucas raças do grupo Terrier que foi criada para viver em bando, é conhecido no Brasil, apesar de não ser muito popular.

A raça Border Terrier está na categoria Cachorros Pequenos