Spaniel Japonês

Cachorro Spaniel Japonês

O Spaniel Japonês é um ótimo cão de companhia. Ele é dócil, brincalhão e muito amoroso com os familiares. Para quem quiser um cão pequeno e que goste de companhia, esta raça é uma ótima opção para agregar ao ambiente familiar.

Origem e história

Os cães da raça Spaniel Japonês são bem antigos e apresentam registros em diversos momentos ao longo da história mundial, fazendo com que seu surgimento exato gere dúvidas entre os estudiosos. A única certeza é que seu desenvolvimento ocorreu no Japão e no período da Idade Média, razão pela qual a denominação da raça manteve o termo “japonês” mesmo com a passagem do tempo – esses cães também são chamados como Japanese Chin.

O ano exato da sua criação gera dúvidas até os dias de hoje. A primeira versão remete ao ano de 528, quando chegaram monges ao território japonês com o objetivo de propagar a religião budista no país. Outros, porém, defendem que seu início foi no ano de 732 em presente ao imperador japonês da época.

Spaniel Japonês 2

A segunda teoria ganhou força ao longo do desenvolvimento da raça Spaniel Japonês, já que era considerado como cão de companhia da alta sociedade. Os seus donos eram nobres japoneses e a lei chegava inclusive a proteger esses animais. O roubo ou um assassinato da raça era considerado crime e a punição poderia chegar até à pena de morte.

A tradição da raça com a nobreza manteve-se na sua expansão para a Europa, feita através de negociações mercantis (especialmente com navios espanhóis e portugueses). Os nobres ingleses foram os que mais se identificaram com o novo cão, chegando inclusive a ser comum encontrá-los com a rainha inglesa.

O Spaniel Japonês veio para território americano através de uma feira canina nos Estados Unidos. No Brasil, a criação ainda é pequena e, apesar de ser um cachorro domesticável, companheiro e amável, não conseguiu grande popularidade até este momento.

Temperamento

O estilo de companheirismo que é a marca da raça faz do Spaniel Japonês temperamento tranquilo e brincalhão. É uma ótima opção para a família que tem crianças em casa, já que é um cão extremamente dócil e que gosta muito de brincar.

O Spaniel Japonês também é bastante agitado e, portanto, precisa de companhia para poder se divertir. Após cansar e gastar toda sua energia, porém, passa a ficar bem calminho e não costuma dar muito trabalho aos donos. Até mesmo com outros animais, como gatos, ele costuma mostrar alguma identificação.

Spaniel Japonês 3

O lado brincalhão fica mais para os seus donos. Apesar de estar longe de ser um cão agressivo, ele não mostra a mesma liberdade, carinho e vontade de brincar com pessoas estranhas. Com quem está habituado, contudo, é uma raça muito amável e que gosta muito de companhia e carinho.

Cuidados

O fato de o cachorro Spaniel Japonês ser uma ótima companhia caseira e ter pequeno porte não significa que ele não precise de espaço para poder brincar também. Levá-lo para passear é muito importante para que ele siga feliz e saudável, além de liberar toda energia que fica retida quando ele fica apenas dentro de casa.

Spaniel Japonês características

A raça possui algumas características particulares que não podem ser ignoradas pelos seus donos. Uma deles é a possibilidade de ter traumatismos no seu crescimento, razão pela qual é tão importante que o cachorro tenha a oportunidade de frequentar áreas mais amplas – parques, por exemplo. Essa etapa é especialmente importante para a fase do Spaniel Japonês filhote.

Spaniel Japonês

O cuidado também deve se manter em relação à alimentação, já que o Spaniel Japonês tem tendência a engordar com facilidade, o que poderia prejudicar sua saúde. Eles costumam sofrer bastante com problemas de hérnia e luxação patelar.

Além disso, é preciso escovar seus pelos com alguma rotina, preferencialmente acostumando a raça desde filhote. Sem a escovação, a pele pode sofrer com inflamações. As orelhas devem ser limpas periodicamente, reduzindo o excesso de cera produzido pelo próprio cachorro.

Saúde

Da mesma forma que manter o Spaniel Japonês sempre dentro de casa pode prejudicar o seu desenvolvimento, viver longe do conforto pode ser bastante prejudicial ao cão. Além disso, os passeios devem ser evitados em dias muito quentes e úmidos, pois ele não costuma sentir-se bem nessas condições climáticas.

Seu focinho tem composição achatada, o que faz com que apresentem alguma dificuldade respiratória. Deve-se tomar cuidado quando ele passa muito tempo brincando em alta intensidade para ver se não está sem ar, já que ao mesmo tempo em que apresenta essas dificuldades respiratórias ele costuma amar brincar.

Os ossos são bem finos e geralmente aumentam os riscos de lesão corporal quando comparados com outras raças – mesmo menores. Seus olhos também são bastante expostos e exigem cuidados para não deixar entrar nada que possa machucá-lo.

Por fim, não ignorar o cuidado em relação à alimentação. Evitar dar comidas humanas, pois é uma raça com muita facilidade para ganhar peso e, ficando fora de forma, aumentam os riscos de doenças e complicações.

Como cuidar

O cachorro Spaniel Japonês filhote não costuma dar grandes trabalhos aos seus donos, mas alguns cuidados são importantes, especialmente na fase de crescimento do animal. Como é um cão de estrutura óssea frágil, estar perto dele e cuidar para que não exagere nos movimentos é indicado.

Levá-lo para passear assim que sentir que o cão não esteja frágil é fundamental para um bom desenvolvimento. Caso opte por passear com coleira, estimule-o desde pequeno, já que depois de adquirir o hábito de não usá-la será difícil mudar. O Spaniel Japonês é extremamente amável, porém não gosta de aspectos estranhos à sua rotina (pessoas ou objetos).

A escovação dos pelos deve acontecer ao menos duas vezes na semana para evitar que eles passem a ter nós e isso machuque a pele do cachorro. A cera no ouvido aparece com frequência e limpá-la é importante para evitar problemas auditivos.

Toda atenção é pouca com a movimentação desse cão. Como ele se machuca com facilidade, não há porque hesitar em levá-lo a uma clínica veterinária assim que uma observação de dificuldade foi feita.

De resto, não se pode esquecer de fazer bastante companhia ao Spaniel Japonês. Ele é realmente muito companheiro e não gosta de ficar sozinho. Deixá-lo muito tempo sem alguém para brincar pode fazer com que o cachorro fique muito triste.

Alimentação

Assim como acontece com quase todos os animais domésticos, os donos precisam tomar cuidado redobrado com a alimentação do Spaniel Japonês. Isso porque como é um cachorro que vive dentro de casa e tem essa característica de estar sempre com a família, é muito comum que cresça a vontade de dar alimentos humanos a ele.

Acontece que, como já foi citado, trata-se de um animal com tendência para engordar com facilidade e, claro, isso não faz bem ao cachorro. O ideal é que a sua dieta seja baseada em rações específicas para cães e evitar problemas adicionais sobre esse assunto.

Como é um cachorro pequeno, o Spaniel Japonês não é acostumado a comer muito em quantidade, já que seu corpo é bem pequeno. Neste caso, o ideal é focar em rações de boa qualidade que apresentem nutrientes e vitaminas importantes para eles.

A melhor opção é usar ração do tipo Super Premium depois de dez meses – até lá, o mais indicado é usar de rações específicas para filhotes que são mais macias e exigem menos da arcada dentária. Essa raça pode apresentar problemas na mordida e tudo que possa dificultar o aparecimento de dores é benéfico.

Preço

Não é fácil comprar um Spaniel Japonês no Brasil, já que não é uma raça popular e que tenha muitos fãs no país. Caso queira adquirir um cachorro dessa raça, o preço irá variar de acordo com o desejo do criador. Com uma boa pesquisa, o preço estará na faixa de R$ 1.500,00, mas a verdade é que geralmente será necessário negociar o valor.

Spaniel Japonês venda

Se já é difícil achar o cão para comprar, é ainda mais complicado para vender. A procura é realmente muito baixa e é muito raro de encontrar algum dono de Spaniel Japonês por aqui. Caso queira trabalhar com criação e venda de cachorros, o mais indicado é trabalhar com alguma outra raça.

Spaniel Japonês canil

A maneira mais fácil de encontrar essa raça para comprar é buscando em canis, já que mesmo em feiras de adoção eles não costumam ser comuns. Alguns poucos canis trabalham com a criação de Spaniel Japonês e fazendo uma rápida procura na internet é mais fácil de localizar. Existem vendas em três locais: São Paulo (SP), Cariacica (ES) e Londrina (PR).

Spaniel Japonês adoção

Como dito na parte sobre o canil, não é fácil encontrar essa raça mesmo em feiras de adoções, precisando de alguma sorte neste caso. Como trata-se de um cão de pequeno porte e muito amoroso, as famílias que possuem o animal acabam apegando-se e não é raro que decidam ficar com os filhotes ao invés de vender ou oferecer para adoção.

A raça Spaniel Japonês está na categoria Cachorros Pequenos