Cão do Ariége

Cachorro Cão do Ariége

Origem e história

O Cão do Ariége, também conhecido como Ariege Hound, é um cachorro de origem francesa que foi criado para ajudar o homem na caça. Desenvolvido no século XIX, o Cão do Ariége é um cachorro com características muito semelhantes aos seus antepassados, como o Grand Bleu de Gascogne e o Gascon-Saintongeois. Embora se diferencie deles no quesito tamanho, já que é menor, o Cão do Ariége compensa na agilidade. Graças ao auxílio do Club Gascon Phoebus, a raça Cão do Ariége se popularizou por toda a França.

No entanto, o período da Segunda Guerra Mundial, ocorrida entre as décadas de 1930 e 1940 devastou diversas cidades francesas e quase dizimou o Cão do Ariége. Muitos morreram durante as batalhas e outros acabaram sendo sacrificados pelos seus proprietários, que devido à fome e às péssimas condições de vida durante uma guerra, não tinham mais como sustentar o seu Cão do Ariége.

A sobrevivência do Cão do Ariége só foi possível porque o conflito bélico não atingiu toda a França, em especial a região sul do país, local de origem deste espécime. Isso ajudou a manter um número razoável de Cão do Ariége, além do fato de que a caça acabou se mostrando ainda mais relevante naquele momento e depois da guerra. Com isso, o número de exemplares vivos foi sendo recuperado e, após alguns anos, o Cão do Ariége voltou a retomar a sua popularidade no território francês. No entanto, o animal não conseguiu superar as fronteiras da França, tanto que o Cão do Ariége é considerado raro no exterior.

O Cão do Ariége é reconhecido pela Federação Cinológica Internacional (FCI) na maior parte do mundo. Desde 1993 o animal é reconhecido pelo United Kennel Club (UKC). Ele também é aceito no Continental Kennel Club (CKC) e no American Rare Breed Association (ARBA).

Temperamento

O Cão do Ariége tem um temperamento bastante dócil e carinhoso, o que mostra ser ideal para o convívio com crianças, já que ele gosta de atenção e de brincar. Ele também pode conviver sem problemas com outros cachorros, desde que sejam do mesmo tamanho ou maiores. Isso porque, por seu instinto caçador, o Cão do Ariége não deve ficar sozinho com pequenos animais de estimação, é preciso cuidado para que esse lado do cão não seja exacerbado.

Além de ser um ótimo cão de caça, o Cão do Ariége é um grande cão de companhia, sua segunda função que foi agregada ao longo dos anos. Se você gosta de passear e caminhar na companhia de um cachorro, o Cão do Ariége é ideal para isso, pois ele gosta de se exercitar e precisa gastar energia. E ele vai adorar fazer tudo isso na companhia do seu dono. O Cão do Ariége tem personalidade muito perspicaz e inteligente, o que permite que ele aprenda muito fácil, desde que com um adestramento adequado.

Cuidados

Como se trata de um cão de caça e que gosta de bastante exercícios, é fundamental que a casa onde o Cão do Ariége vai morar tenha espaço amplo para que ele possa brincar, correr e pular quando ninguém puder dar atenção ao animal. Ou seja, o Cão do Ariége não é um cachorro para ficar dentro de casa, seus instintos vão contra essa possibilidade.

Além disso, é fundamental que o Cão do Ariége seja levado para passear diariamente, pois ele tem muita energia acumulada e precisa descarregar isso tudo em atividades prazerosas, preferencialmente na companhia de seu dono. Isso porque, caso não haja interação com o proprietário, nem exercício diário, o Cão do Ariége poderá começar a apresentar comportamentos indesejáveis e destruir objetos dentro de casa ou acabar com o jardim. Para auxiliar nesse processo de aprendizado, pode ser necessária a inclusão de comandos em treinos diários.

Saúde

O Cão do Ariége é um animal comprovadamente saudável e que possui poucos problemas de saúde. Sua expectativa de vida é entre 10 e 12 anos. Uma questão que costuma afetar o Cão do Ariége é com respeito aos seus ouvidos, que são muito sensíveis, sendo suscetíveis a infecções. Isso ocorre porque suas orelhas são muito longas, fazendo com que água, resíduos e sujeira acabem entrando em contato com as orelhas e parte desse material acabe entrando nos ouvidos do animal. Uma vez no ouvido, essas partículas acabam ficando presas e, caso se alojem profundamente nesse local, impedem que o cachorro consiga tirá-las sozinho.

Ocorre que tais partículas presas podem levar à irritação na pele e na membrana do ouvido, provocando desconforto e dor no Cão do Ariége. Caso não seja tratada essa irritação, ela pode evoluir para uma infecção crônica no ouvido, o que pode causar ainda mais dor e provocar a perda auditiva, em casos mais graves.

Sendo assim, é fundamental levar o Cão do Ariége ao veterinário regularmente, pois o especialista irá verificar se os ouvidos estão limpos, com irritabilidade ou alguma infecção, e poderão indicar o melhor tratamento, se necessário. Para evitar outras doenças, de tipo congênito, é importante obter exames e certificações dos antepassados do filhote de Cão do Ariége junto ao criador, tudo para que você tenha o máximo de informações a respeito e consiga se prevenir quanto a algum problema futuro.

Como cuidar

Para evitar o acúmulo de sujeira e resíduos nos ouvidos do Cão do Ariége, é importante que o proprietário do animal faça limpezas frequentes da região. E, caso perceba alguma coisa diferente, leve o cachorro para o veterinário, que ele irá verificar se há alguma irritabilidade ou infecção no local.

Se com os ouvidos é necessário um cuidado maior, no caso da pelagem, o Cão do Ariége não oferece tanto trabalho. Isso porque o seu pelo é curto, o que torna irrelevante a tosa profissional, por exemplo. No entanto, é recomendável que seja feita a escovação uma vez por semana para a retirada dos pelos mortos. Além disso, é necessário dar banho no Cão do Ariége todos os meses, o que vai deixá-lo muito bonito e bem cuidado.

Alimentação

O Cão do Ariége precisa consumir ração de alta qualidade, tudo para manter o animal bem nutrido e com saúde. A quantidade de ração a ser distribuída durante o dia vai depender do tamanho e da idade do animal. Por exemplo, o Cão do Ariége filhote pode comer entre 95 g e 190 g diárias de comida, enquanto que o animal na fase adulta sobe essa quantidade de 160 g a 270 g todos os dias.

Ainda falando sobre o filhote, cabe ressaltar que é fundamental que, nos 12 primeiros meses de vida do animal, é fundamental que a ração seja especial, para cobrir alguns nutrientes que algumas rações mais comuns não possuem e que são necessários, ainda mais se o cachorro desmamar cedo de sua mãe.

Preço

Por ser um animal que existe praticamente apenas na França, não é fácil localizar o Cão do Ariége no Brasil. Uma dica para tentar conseguir um exemplar do animal é por meio de uma pesquisa sobre o Cão do Ariége em canil e criador espalhados pelo país. Talvez eles tenham algum espécime ou mesmo saibam como seria possível trazê-la para o país. O filhote de Cão do Ariége tem valor médio no exterior de 600 a 800 dólares, o que vai dar mais ou menos entre R$ 2 mil a R$ 3 mil.

A raça Cão do Ariége está na categoria Cachorros Grandes