Border Collie

Cachorro Border Collie

Origem e história

Trata-se de uma raça relativamente recente, desenvolvida na Grã-Bretanha há cerca de um século, mais precisamente nas fronteiras inglesas e escocesas, com a finalidade de pastoreio de ovelhas. Cogita-se de que os primeiros exemplares tenham sido introduzidos nesta região pelas tribos Celtas que viajavam pela Europa.

Em 1873, houve o primeiro campeonato de cães pastores, a fim de se testar as aptidões de alguns cães que apresentavam uma habilidade inata de cercar o rebanho e conduzi-lo de forma silenciosa e eficiente. Neste evento, um cão chamado “Hemp” destacou-se sobremaneira, gerando um considerável número de descendentes, favorecendo assim, indiretamente, ao surgimento dos primeiros Border Collies.

Border Collie 1

Inicialmente, os fatores determinantes do padrão da raça não levavam em conta a aparência física do animal, mas tão somente o comportamento e habilidade para o pastoreio, conforme fora definido na primeira padronização ocorrida em 1906.

Em 1915, teve seu nome registrado oficialmente como “Border Collie”, mas somente em 1995 foi reconhecido pela AKC por seus valores estéticos, sendo tratado também, finalmente, como cão de exposição.

Características: um cão de respeito - Ele é o cara!

O Cachorro Border Collie é um cão cheio de particularidades, além de carregar o título de “cão mais inteligente do mundo” ocupando o 1º lugar no ranking de inteligência canina. Talvez um dos traços que mais confirme esse título seja o famoso “Power eye” ou olhar forte, recurso este bem interessante da raça, já que basta uma encarada dele para o rebanho todo entender seu recado. O cão Border Collie impõe sua autoridade não pela força, mas por respeito, pela seriedade de seu olhar!

São cachorros de médio porte, de corpo alongado, atlético, de membros fortes e musculosos. Com fêmeas medindo entre 46 e 53 cm, pesando em torno de 12 a 19 kg; Já os machos possuem estatura entre 48 e 56 cm, bem como peso variando de 14 a 20 kg. A expectativa de vida raça está em torno de 10 a 17 anos.

Border Collie

A Raça de cachorro Border Collie possui pelagem média, admitindo-se uma gama variada de cores, até porque o padrão da raça privilegia mais as habilidades do que propriamente as características físicas do animal. Como exemplares da raça portanto, temos o Border Collie Marrom o Border Collie Blue Merle, além do preto, dourado, branco, vermelho-merle, azul, sable merle, chocolate, tigrado, lilás, etc. No entanto, no tocante à cor branca, esta deve sempre ser mesclada, não devendo jamais ser predominante; por isso a necessidade dos cruzamentos serem muito bem planejados para que isso não aconteça.

São cães de trabalho, ativos e muito dispostos, com uma adaptabilidade incrível, justamente por sua alta capacidade de aprendizado.

Interessante citar ainda sobre os chamados “Mini Border Collies”, que a princípio não possuem reconhecimento no padrão da raça; contudo tal nomenclatura é comumente atribuída ao cão Pastor de Shetland, devido às suas semelhanças com a raça Border Collie, além de terem praticamente a mesma linha ancestral, só que com a diferença de menor estatura dos Shetlands.

Temperamento

No geral, é uma raça bastante sociável, bem adaptado ao convívio familiar, interagindo bem inclusive com outros animais; no entanto, possui um instinto de caça bastante aguçado, utilizando um olhar verdadeiramente hipnotizante, o que geralmente o torna líder dos demais cachorros da casa.

Border Collie 2

O cão Border Collie é altamente inteligente, totalmente voltado ao trabalho e bastante submisso ao seu dono, de modo que fica muito satisfeito em realizar com precisão os comandos de seu líder, sendo até um pouco ciumento com seus donos mais próximos. São leais ao seu proprietário, porém reservados quanto a estranhos. Daí a importância de saber como adestrar um Border Collie desde filhote.

Trata-se de um animal excessivamente focado, que se utiliza da técnica de “encarar” para alcançar seus objetivos, sejam quais forem eles! Resistente e ágil, é considerado um cão incansável. Além disso, mostra-se um companheiro bastante carinhoso e afável com todos do ambiente familiar.

Privilégios da companhia de um cão da raça Border Collie

Se você precisa de um “braço forte” que imponha respeito para te ajudar nas mais diversas tarefas, esse é o cara! Digo, o cão! Disposição e força para ele é o que não falta, porém não são cães agressivos, mas ao contrário, são bem equilibrados! Cachorros Border Collie são altamente versáteis.

Gostam e devem praticar atividades físicas, logo, se você é do tipo esportistas vai ter um companheiro e tanto para suas aventuras seja no campo ou na cidade. Como cães pastores são excelentes, pois que sabem medir até a distância exata que devem manter entre si e o rebanho, sendo capazes de dominar e impor sua autoridade sem latidos excessivos ou agressividade. Isso é respeito!

Border Collie 3

O Border Collie é tão ativo e inteligente que dentro de competições de Agility, já existe uma categoria separada para eles, pois que seria injusto colocá-los para competir ao lado de outras raças de inteligência mediana. Já pensou na marra de ter um superdotado desses?

Inconvenientes do amigo Border Collie que você deve saber!

Precisam de espaço, sim, para gastarem toda sua energia! Então se você mora num apartamento, nem tente! Também não basta um simples passeio de coleira para satisfazer o animal; o ideal é ter um espaço aberto e amplo para ele correr à vontade.

Os Border Collie não são os mais indicados para serem cães de guarda, embora tenham sim algum instinto de caça; então se você quer um defensor para sua residência, procure outra raça!

São cães muito sensíveis e, portanto, necessitam estar em perfeita e absoluta sintonia com seu mestre, podendo, em alguns casos, se tornarem difíceis de serem treinados e de prestarem obediência às demais pessoas da casa, se não forem treinados e adaptados a elas desde filhotes.

Etapas do Crescimento: De olhar inocente a uma encarada intimidadora

Em contraste com outras raças, o filhote de Border Collie é bem precoce, tanto na capacidade de percepção, quanto no nível energético acumulado. O instinto de pastoreio é tão aguçado que, desde a infância, o filhote já assume a “pose” típica da raça quando entra em posição de trabalho com o rebanho. O treinamento para pastoreio pode ser iniciado por volta dos 7 meses de idade, com duração de cerca de 6 meses. O período de socialização dos filhotes com humanos varia de 7 a 12 semanas de vida.

Border Collie filhote

Como a maioria das raças, a maturidade sexual ocorre entre 1 ano e meio a 3 anos de idade; tal situação é facilmente evidenciada nas cadelas por volta do 2º cio, período este como sendo o indicado para o acasalamento, já que o sistema reprodutor encontra-se perfeitamente desenvolvido; já nos machos, evidencia-se a chegada da maturidade por um considerável aumento na agressividade, além do teste da autoridade do líder.

Normalmente, após as primeiras 5 semanas de gravidez, uma cadela Border Collie começa a ficar menos ativa, perdurando este estado até uma semana após o parto; geralmente as ninhadas rendem até 6 filhotes.

Alimentação e cuidados

Tanto o Cachorro Border Collie filhote, quanto o cão adulto possuem um altíssimo nível de energia, e essa energia precisa ser gasta a qualquer custo. Por isso, é fundamental uma rotina diária de exercícios e atividades físicas, além de bastante espaço. Um Border Collie sem trabalho pode ficar neurótico, obsessivo e destrutivo.

Quanto à alimentação, os Border Collies adultos devem ser alimentados com uma ração equilibrada, com calorias restritas; já os filhotes Border Collie devem ser alimentados com uma ração apropriada para sua idade com alto conteúdo de vitaminas. No geral, os caninos desta raça tendem a permanecer em bom peso, ou até mesmo ser um pouco magros, sendo certo que a dieta durante o crescimento dos filhotes de Border Collies condiciona a saúde do cachorro na fase adulta.

No que diz respeito à higiene, banhos devem ser dados mensalmente, já que por serem animais rústicos, não exigem cuidados estéticos muito sofisticados, porém as escovações devem ser frequentes para manter a pelagem sempre na melhor forma.

Em relação à predisposição a doenças, o Border Collier está sujeito a alguns males hereditários como atrofia progressiva da retina, devido ao acúmulo de melanina ou descolamento de retina que provoca sangramentos e cegueira, além de, em casos mais raros, a displasia coxo-femural.

Preço

Bem, se você leu até aqui muito provavelmente você está interessado em comprar Border Collie, e fez muito bem em interar-se sobre a raça; então agora você deve procurar por um Canil Border Collie especializado e interar-se da procedência das ninhadas, além do preço do exemplar da raça, que varia entre R$ 1.200,00 a R$ 3.500 de acordo com o canil.

A raça Border Collie está na categoria Cachorros Médios